Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Fidelidade cria operação de raiz no Chile

Andreas von Wedemeyer, o presidente da La Positiva, que vai manter-se no cargo, recebeu um astrolábio oferecido por Jorge Magalhães Correia

D.R.

No Peru, onde acaba de entrar, poderá ser replicado o modelo de ligação dos seguros à área da saúde

Pedro Lima

Pedro Lima

em Lima

Editor-adjunto

A Fidelidade acaba de concretizar a compra de 51% da seguradora peruana La Positiva, mas já está a colocar um pé no Chile, um dos países que também já tinha eleito como potenciais alvos de investimento quando em 2014 definiu o seu plano estratégico.

A entrada neste grande país latino-americano vai ser feita através de uma parceria com uma equipa local de profissionais ligados aos seguros, que desafiaram a Fidelidade a lançar um projeto de raiz.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. Pode usar a app do Expresso - iOS e Android - para descarregar as edições para leitura offline)