Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

China ultrapassa a zona euro

Pequim entra no Ano do Porco com o objetivo de empurrar a economia da moeda única para terceiro lugar a nível global

A economia chinesa vai passar à frente da economia da zona euro este ano na riqueza anual criada. Uma cereja em cima do bolo no novo Ano lunar do Porco, um símbolo de riqueza na cultura chinesa. São 140 mil milhões de dólares (€120 mil milhões) a mais no Produto Interno Bruto (PIB), segundo as previsões do Fundo Monetário Internacional (FMI), o suficiente para Pequim espetar mais uma bandeirinha vermelha no gráfico da curva ascendente de poder mundial.

É mais um facto que torna ainda mais claro que a crise global do capitalismo de 2008 e 2009 foi uma oportunidade para a China galgar algumas etapas na sua afirmação global. Em 2010 ultrapassou o Japão e, três anos depois, tornou-se a principal economia no comércio mundial. Agora, no décimo aniversário da Grande Recessão global de 2009, a China deixa para trás a zona euro. O PIB chinês deverá chegar a 14,17 biliões de dólares, acima de 14,03 biliões para a zona euro.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. Pode usar a app do Expresso - iOS e Android - para descarregar as edições para leitura offline)