Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Tomás Correia ganha pela quarta vez liderança do Montepio

O atual presidente foi reeleito com 42% dos votos. António Godinho ficou em segundo, com 36%, e Ribeiro Mendes em terceiro, com 20%

António Tomás Correia voltou a ganhar as eleições para liderar a associação do Montepio mas desta vez a luta entre candidatos foi mais renhida. O atual líder da associação perde a maioria absoluta dos votos dos associados. A lista de António Godinho da qual faz parte também o histórico economista e opositor de Tomás Correia, Eugénio Rosa, conseguiu um resultado mais expressivo e próximo da lista vencedora. Do universo de mais de 420 mil associados com direito de voto votaram perto de 42 mil.

Os candidatos das listas opositoras a Tomás Correia, António Godinho e Fernando Ribeiro Mendes, registaram cerca de 36% dos votos e 20% , respetivamente.

Recorde-se que Tomás Correia lidera a associação desde maio de 2008, há 11 anos, e acumulou este cargo com a presidência do banco durante oito anos, até agosto de 2015. Os últimos três anos não lhe correram de feição. Tem vários processos de investigação por parte do Ministério Público em curso e aguarda decisão final de acusações do Banco de Portugal. Ainda assim, o líder histórico, apesar de ter vencido as eleições perdeu a larga maioria obtida face aos resultados das últimas eleições.

Em 2015 Tomás Correia ganhou as eleições com 60% dos votos, seguido de António Godinho com 21,5% e da lista de Eugénio Rosa com cerca de 16%. Desta vez António Godinho e Eugénio Rosa uniram-se na mesma candidatura, mas mesmo assim não chegou para ganhar. Juntos tiveram nestas eleições 36%. Jà Ribeiro Mendes que faz parte da atual administração da associação do Montepio, e que em 2015 fez parte da listra de Tomás correia, obteve uma votação menos expressiva com cerca de 20% dos votos dos associados.

Dos 47 mil votos, foram validados cerca de 42 mil, a grande maioria por correspondência. Os votos presenciais ascenderam a 15000. Em 2015 votaram 52 mil associados.

Da lista de Tomás Correia para liderar o conselho de administração para o próximo triénio 2019-2021, fazem parte Carlos Beato, Virgílio Lima, Idália Serrão e Luís Almeida.

O Expresso contactou Tomás Correia para obter um comentário mas não teve sucesso.