Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Montepio: Ribeiro Mendes assume resultado "abaixo das expectativas"

Ribeiro Mendes lamenta a elevada abstenção, cerca de 90%, o que prejudica o futuro da associação. A perda da maioria absoluta por parte de Tomás Correia evidencia sinais de mudança e de "rejeição"

A lista que concorreu ás eleições da associação do Montepio, encabeçada por Fernando Ribeiro Mendes, e que ficou em último lugar, assume que esta derrota - 20% dos votos dos associados, atrás da lista de António Godinho com 36% - ficou "abaixo das expectativas geradas".

Ribeiro Mendes que faz parte da atual administração, assim que a nova gestão tome posse, deixará de ter qualquer cargo na associação e vai regressar à Universidade onde dá aulas, apurou o Expresso. Contudo, irá manter-se ativo enquanto associado nos desafios que a associação tem pela frente.

A lista liderada por Ribeiro Mendes adverte, no entanto, para o facto de a lista de Tomás Correia, que ganhou com 42% dos votos, ter perdido a maioria absoluta o que "sinaliza a extensão do sentimento de rejeição da atual liderança, partilhado pela esmagadora maioria dos votantes". E, promete " continuar a contar com a nossa determinação para lutarmos pela mudança e o futuro do Montepio."

E, insiste em dizer que a campanha eleitoral foi feita "em condições extremamente difíceis, marcadas por decisões controversas impostas pela maioria afeta à lista A (a de Tomás correia) na comissão eleitoral , dificultando o esclarecimento dos associados, o que muito terá contribuído para um aumento da abstenção, com óbvio prejuízo para a Associação".

O que, prossegue se reflectiu no facto de a participação dos associados ter registado "uma das taxas mais baixas de sempre, de menos de 10% do corpo eleitoral, o que constitui manifestação incontornável da desconfiança que está instalada no Montepio e sintoma claro do anquilosamento do sistema de governo da mutualidade".