Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Consultor denuncia corrupção nos fundos europeus

António Cabrita é gerente da consultora Gorin e denuncia, entre outras coisas, um caso ocorrido em 2016, quando um funcionário lhe terá pedido dinheiro para resolver um problema

FOTO ANA BAIÃO

A denúncia é feita ao Expresso por António Cabrita, o gerente da consultora Gorin, que tem por função apoiar as empresas nas candidaturas dos seus projetos de investimento aos incentivos europeus dos sucessivos quadros comunitários, como é o caso do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN) ou do Portugal 2020. “Em 2016, um problema técnico com o encerramento de um projeto no âmbito do QREN levou-me a pedir aconselhamento a um funcionário do IAPMEI — Agência para a Competitividade e Inovação com quem me relacionava bem. Passadas duas horas depois de conversarmos ao telemóvel, ele ligou-me dizendo que o problema só seria resolvido com 40 mil euros. Não deixei de pôr o cliente ao corrente, manifestando a minha discordância, à qual ele correspondeu e arriscámos a seguir com o encerramento do projeto como estava. No derradeiro encontro entre o gerente da empresa e o IAPMEI Norte, outra funcionária desabafou que ia encerrar o projeto por consideração à empresa, mas recomendou vivamente que não trabalhasse mais com a Gorin, porque éramos um acumular de erros...”

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para descarregar as edições para leitura offline)