Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

“Temos de trazer mais cidade para Belém”

TIAGO MIRANDA

Elísio Summavielle, Presidente do Centro Cultural de Belém, detalha a conclusão do projecto iniciado há 27 anos

Olha para o relógio e assinala: “Ainda não são seis da tarde, espreitamos ali para fora e o que é que se vê? Uma rua vazia entre o Mosteiro dos Jerónimos e o Centro Cultural de Belém (CCB). Falta aqui qualquer coisa; falta mais cidade. Temos de trazer cidade para esta zona de Lisboa.”

Elísio Summavielle fica parado por breves segundos de frente para as duas paredes envidraçadas do amplo gabinete, no topo da ala direita do CCB. O cenário é de cortar a respiração. À esquerda o Planetário e os Jerónimos, à direita o Tejo. Mesmo em frente o jardim da Fonte Luminosa.

Está na reta final do seu mandato à frente daquela instituição, mas prepara-se para fazer história: concluir um projeto urbanístico iniciado há 27 anos.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para descarregar as edições para leitura offline)