Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

China controla 8,8% da bolsa portuguesa

d.r.

Ninguém bate os investidores chineses. Participações na EDP, REN e BCP valem €4,8 mil milhões

Famílias portuguesas como Amorim ou Soares dos Santos, fundos internacionais, como o soberano da Noruega ou o americano Black Rock, figuram no restrito clube dos maiores investidores no mercado de capitais, com aplicações acima dos €1000 milhões. Mas ninguém bate a China quando se fala dos donos da bolsa portuguesa. As participações na EDP (28,25%) REN (30%) e BCP (27%) valem €4,8 mil milhões, uma cifra que compara com a capitalização do PSI-20 de €54,3 mil milhões. É só fazer as contas para se concluir que o peso do capital chinês é de 8,8%, repartido pelo Estado e pelo conglomerado Fosun, a face visível do investimento privado.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para descarregar as edições para leitura offline)