Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Regulador aprova IPO da Science4you que deve estrear-se na bolsa em dezembro

Miguel Pina Martins é fundador e presidente-executivo da empresa de brinquedos científicos

Mike Sergeant

De acordo com a Science4you, o início da oferta está marcado para quarta-feira e o fim para 14 de dezembro, tendo o preço de subscrição/compra sido fixado em 2,45 euros por ação

A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários aprovou o prospeto de Oferta Pública de Distribuição (IPO) sobre ações representativas de até 44,11% do capital da Science4you, cuja estreia na bolsa está prevista para dezembro, foi anunciado nesta terça-feira.

"A Science4you, empresa 100% portuguesa, dedicada ao desenvolvimento, produção e comercialização de brinquedos em Portugal, vem informar o mercado sobre a aprovação por parte da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários [CMVM] do prospeto de Oferta Pública de Distribuição sobre ações representativas de até 44,11% do seu capital social e respetiva admissão à negociação no sistema de negociação multilateral Euronext Growth", disse, em comunicado, a empresa.

De acordo com a Science4you, o início da oferta está marcado para quarta-feira e o fim para 14 de dezembro, tendo o preço de subscrição/compra sido fixado em 2,45 euros por ação. "A operação compreende uma Oferta Pública de Subscrição (OPS) no montante máximo de aproximadamente até 8,25 milhões de euros, e uma Oferta Pública de Venda (OPV), por parte de um conjunto de acionistas atuais (oferentes) no montante máximo de aproximadamente até 6,75 milhões de euros", lê-se no documento.

A OPS é de até 3.367.346 novas ações e a OPV de até 2.755.102 ações já emitidas e "visa a dispersão junto de investidores de um número máximo de 6.122.448 ações ordinárias, nominativas e escriturais, sem valor nominal, representativas de 44,11% do capital social da Science4you, após o aumento de capital, pressupondo a integral subscrição do aumento de capital".
Apesar de não indicar o montante, a empresa referiu que o aumento de capital em causa visa a "obtenção de fundos para financiamento da estratégia de negócio".

Caso a procura não atinja o número de ações disponíveis, a oferta ficará limitada ao "número global das ações visadas pelas ordens recolhidas", enquanto se as ordens excederem o número de ações da oferta, "as ações serão objeto de rateio pelos investidores que manifestam a intenção de subscrever".

O resultado da oferta será feito na bolsa em sessão agendada para o dia 17 de dezembro, estando prevista a admissão à negociação das ações no Euronext Growth para 21 de dezembro. "Estamos confiantes que esta operação terá uma recetividade muito positiva junto dos investidores, e contribuirá para a continuação do percurso de sucesso que tem sido trilhado ao longo dos últimos dez anos", disse, citado no mesmo documento, o presidente da Science4you, Miguel Pina Martins.

Em 8 de novembro, a empresa portuguesa já tinha anunciado a intenção de entrar em bolsa com o lançamento de uma IPO, cujo montante poderia atingir 15 milhões de euros.