Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Parque das Nações é a melhor freguesia da Grande Lisboa para se viver

O antigo edifício dos CTT estava devoluto desde 2010 quando os serviços dos CTT passaram para o Parque das Nações

Nuno Botelho

Estudo do portal imobiliário Imovirtual analisou qualidade de vida nos concelhos da Amadora, Cascais, Lisboa, Loures, Mafra, Odivelas, Oeiras, Sintra e Vila Franca de Xira

Pedro Lima

Pedro Lima

Editor-adjunto

A freguesia do Parque das Nações foi considerada a melhor da Grande Lisboa para viver, numa análise conduzida pelo portal imobiliário Imovirtual, que incidiu sobre 9 concelhos (Amadora, Cascais, Lisboa, Loures, Mafra, Odivelas, Oeiras, Sintra e Vila Franca de Xira).

O estudo teve como objetivo “aferir as melhores freguesias para se viver dentro dos concelhos da Grande Lisboa” e foi conduzido junto de mais de 2.200 indivíduos residentes em Portugal. Nesta análise foram tidos em conta 12 fatores: segurança, limpeza, qualidade do ar, silêncio, transportes públicos, lojas e restaurantes, espaços de lazer, estabelecimentos de ensino, espaços de saúde, custo de vida em geral, acessos e estacionamento.

“No top 10 das freguesias da Grande Lisboa melhor classificadas encontram-se respetivamente a do Parque das Nações (4,38), Ericeira (4,28), Mafra (4,19), Porto Salvo (4,17), Moscavide e Portela (4,13), São João das Lampas e Terrugem (4,10), Alvalade (4,09), Oeiras e São Julião da Barra, Paço de Arcos e Caxias (4,08), Cascais e Estoril (4,06) e a do Areeiro (4,05)”, pode ler-se num comunicado de imprensa enviado às redações.

Já nas pior classificadas “encontram-se as freguesias da Encosta do Sol (3,44), Mina de Água (3,43), Alhandra, São João dos Montes e Calhandriz (3,42), Rio de Mouro (3,41), Santa Clara (3,38), Agualva e Mira-Sintra (3,38), Falagueira-Venda Nova (3,30), Pontinha e Famões (3,30), Camarate, Unhos e Apelação (3,29) e por último, a freguesia do Cacém e São Marcos (3,21)”.

Entre as melhor avaliadas, apenas 4 são do concelho de Lisboa. Amadora e Sintra são os concelhos que concentram as 6 freguesias pior avaliadas do top 10 para se viver.

Foram consideradas 67 freguesias, tendo os dados sido recolhidos entre abril e setembro deste ano.