Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Criação de empresas cresce 9,4% até outubro e encerramentos sobem 25,4%

Setores ligados ao Turismo cresceram 17% em termos de novas empresas face ao mesmo período do ano anterior, dando o maior contributo para as quase 38 mil novas empresas constituídas desde janeiro de 2018

A criação de novas empresas em Portugal atingiu as 37.777 nos dez primeiros meses de 2018, mais 9,4% que no período homólogo, mas os encerramentos aumentaram 25,4%, segundo a Informa D&B.

A constituição de novas empresas no período em análise representa, assim, mais 3.253 que no mesmo período do ano passado, segundo o Barómetro da Informa D&B hoje publicado.
No mesmo período, apesar de os encerramentos de empresas terem crescido, enquanto as insolvências diminuíram 10,1% face ao período homólogo.

De acordo com a análise do Barómetro da Informa D&B, os setores ligados ao Turismo cresceram 17% em termos de novas empresas face ao mesmo período do ano anterior, dando o maior contributo para as quase 38 mil novas empresas constituídas desde janeiro de 2018.

Em termos absolutos, o setor dos serviços tem desde o início do ano mais 12.259 empresas, o que representa um crescimento de 9,2% quando comparado com o mesmo período de 2017.
Entre as empresas de serviços, destacaram-se as relacionadas com o turismo, como as atividades de animação turística e agências de viagens.

Nos 10 primeiros meses deste ano as atividades imobiliárias ficaram com mais 677 novas empresas (mais 21,2%), a construção com mais 591 novas empresas (19,9%) e os transportes com mais 589 (mais 57,9%), em particular o transporte ocasional de passageiros em veículos ligeiros, que mais que duplicou desde o início do ano.

Entre janeiro e o final de outubro deste ano, o distrito de Lisboa foi o que registou maior número de novas empresas (13.143), seguindo-se o distrito do Porto (6.814). Relativamente ao mesmo período do ano passado, estes dois distritos cresceram respetivamente 13,4% e 13,0% em novas empresas, representando mais de 60% do total do crescimento das constituições de empresas.

Os encerramentos de empresas registaram um crescimento de 25,4%, comparando com o mesmo período de 2017, subida que foi transversal a todos os setores e distritos. No setor dos serviços verificaram-se 3.235 encerramentos e no retalho 2.519 encerramentos, a que correspondem subidas de 13,3% e 21,2%, respetivamente.

No Porto encerraram atividade mais 850 empresas (46,0%) e em Lisboa mais 653 (17,6%). O Barómetro Informa é uma publicação 'online' que monitoriza mensalmente os números dos principais fenómenos do tecido empresarial.