Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

REN ganhou 90,9 milhões de euros até setembro

Rodrigo Costa é o presidente executivo da REN

Jose Ventura

Resultado líquido da empresa que gere as redes energéticas nacionais melhorou 2,3% nos primeiros nove meses do ano

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

A REN - Redes Energéticas Nacionais obteve nos primeiros nove meses do ano um lucro de 90,9 milhões de euros, mais 2,3% do que no mesmo período do ano passado, informou a empresa em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Numa base recorrente, isto é, excluindo efeitos extraordinários, o resultado líquido da REN teria ascendido a 112,5 milhões de euros até setembro, recuando 3,8% face ao ano passado.

No essencial, o resultado líquido da REN esteve pressionado pelo aumento das amortizações e pela manutenção da contribuição extraordinária da energia.

O EBITDA (resultado antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) cresceu 3,8%, para 378,4 milhões de euros, informou ainda a REN. Esta melhoria beneficiou da aquisição da empresa Portgás, que mais do que compensou a descida da taxa de remuneração dos ativos imposta pelo regulador da energia.

Nos primeiros nove meses deste ano o investimento da REN cifrou-se em 67,2 milhões de euros, 16,3% abaixo do período homólogo do ano passado.

No final de setembro a dívida líquida da REN era de 2,64 mil milhões de euros, ficando 4,1% acima do registo de há um ano.