Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Mota-Engil fornece eletricidade pública à cidade do México

Em 2019, o negócio representará 31 milhões de euros. O contrato é por 20 anos e beneficia 18 milhões de habitantes da capital mexicana

Através da Generadora Fenix, a sua subsidiária mexicana na área de energia, a Mota-Engil iniciou este mês o fornecimento de eletricidade para a iluminação pública de toda a Cidade do México.

O contrato é por 20 anos e beneficia 18 milhões de habitantes. Para 2019 a Generadora Fenix estima uma receita de 31 milhões de euros. O fornecimento de energia será de 12 horas diárias, levando a um consumo anual estimado de 550 Gigawatt/hora.

Com este contrato, o negócio de geração e venda de energia no México ganha uma relevância acrescida na atividade do conglomerado da família Mota que controla a Generadora Fenix com 51%.

A Generadora Fénix é o maior operador privado de energia no México e resulta de uma aliança da Mota-Engil com o Sindicato Mexicano de Eletricistas (SME).

A empresa assumiu há três anos a exploração por 30 anos de um conjunto de cinco centrais hidroelétricas, 10 mini-hídricas e uma central térmica que foi entretanto transformada numa unidade de ciclo combinado. Tudo somado, a Mota-Engil detém uma produção que vale 3,5% do consumo do México.

A parceria com o sindicato surgiu no âmbito da política do governo mexicano de extinção de monopólios estatais na produção petrolífera e de energia

A liberalização dos mercados abriu uma janela de oportunidades para operadores privados. A Mota-Engil aproveitou para diversificar e testar uma nova área negócio na América Latina, uma região que representa uma faturação superior a 800 milhões de euros, um terço da sua receita total.