Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

BCP na Polónia compra Eurobank por 428 milhões de euros

O Bank Millennium detido pelo BCP com 50,1% do capital chegou a acordo para comprar o Eurobank, operação da Société Génerale no mercado polaco. Operação deverá estar concluída no segundo trimestre de 2019

O BCP vai mesmo comprar 99,97% do capital da operação da Société Générale na Polónia, o Eurobank. Segundo comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o BCP informa que a participação de 99,97% do Eurobank vai custar cerca de 428 milhões de euros (1.833 milhões de zlotys) e que a compra será "totalmente financiada por meios próprios do Bank Millennium".

Esta aquisição, segundo o BCP, "permite reforçar a posição do Bank Millennium na banca polaca. Levará, adicionalmente, a um aumento da sua base de clientes, e torná-lo-á um dos seis maiores bancos na Polónia em número de clientes de retalho, reforçando a presença geográfica do Bank Millennium em cidades polacas de menor dimensão". Acrescenta ainda que "esta transação representa também uma aplicação lucrativa dos excessos de capital e de liquidez do Bank Millennium, estimando-se que incremente os resultados do Bank Millennium em 26% já a partir de 2021. Estima-se que o rácio CET1 do Bank Millennium se situe em 15,9% após a concretização da transação (17,2% incluindo os resultados do Bank Millennium para os primeiros 9 meses de 2018), excedendo confortavelmente os requisitos regulamentares".

O EuroBank é o 17º maior banco na Polónia.

A transação deverá ser concluída no segundo trimestre de 2019, revela o BCP, estando ainda "sujeita a autorizações regulamentares, e deverá traduzir-se num acréscimo dos resultados consolidados do Millennium bcp a partir de 2020, já considerando custos de integração". Além disso o banco liderado por Miguel Maya estima "um impacto aproximado de -40 pontos base no rácio CET1 e de -30 pontos base no rácio de capital total fully implemented, ambos em base consolidada, na data da transação".

Para o presidente da comissão executiva do BCP, esta aquisição "é efetuada num mercado com elevado potencial de crescimento, tendo sido analisada com o máximo detalhe dada a relevância que a gestão rigorosa do capital e dos riscos de negócio assumem para a comissão executiva do BCP" e que esta operação irá "contribuir para "reforçar a rendibilidade e a qualidade dos ativos do grupo Millennium".