Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Caminho para um “Estado invisível”

O debate, moderado por Rodrigo Pratas (SIC Notícias), contou com Pedro Calado, vice-presidente do governo da Madeira, Pedro Silva Dias, presidente da Agência para a Modernização Administrativa (AMA), Diogo Lacerda Machado, advogado, Artur Mimoso, vogal-executivo da SPMS, e Luís Sousa, da ACIN (da esq. para a dir.)

nuno fox

Modernização. Há muita inovação, como a entrega online do IRS. Mas ainda é preciso combater a iliteracia digital

Ana Baptista

Ana Baptista

texto

Jornalista

Nuno Fox

foto

Fotógrafo

O que queremos da Administração Pública é que nos resolva o problema. Isto obriga a trabalhar em conjunto com todas as entidades. Mas o cidadão espera também que o Estado seja invisível, ou seja, que elimine a burocracia, como por exemplo quando preenche o IRS sozinho, que se antecipe, como quando avisa que o cartão do cidadão vai caducar, ou que previne em vez de remediar, como quando avisa do risco de determinada doença. Esta é a Administração Pública em que já estamos e para a qual continuamos a caminhar.”

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI