Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Há 40 novos hotéis em 23 concelhos

FOTO Rui Duarte Silva

Lisboa e Porto continuam a ser os concelhos mais preferidos pelos hoteleiros, mas há claramente uma diversificação geográfica do investimento

Nos primeiros seis meses do ano entraram em processo de licenciamento 40 novos projetos de hotéis em Portugal Continental.

Os dados, agora revelados pela base de dados da Confidencial Imobiliário, no âmbito do sistema de informação “Pipeline Imobiliário”, referem ainda que os projetos hoteleiros lançados já este ano situam-se em 23 concelhos, “comprovando a tendência de diversificação geográfica da oferta observada nos últimos anos”.

Esta concentração territorial do investimento compara com os 18 municípios que acolhiam os hotéis contabilizados em 2015.

Os concelhos de Lisboa e Porto mantêm-se como os destinos de investimento mais consolidados, com a maior cidade do norte a acolher 11 dos novos hotéis que foram submetidos a licenciamento e a capital 6 projetos. O Algarve recebe dois projetos, nomeadamente em Faro e Aljezur.

O maior hotel vai para Gaia

Com os projetos registados no 1º semestre de 2018, a carteira de hotéis em pipeline contabilizados desde 2015 eleva-se para 204 unidades, segundo a Confidencial Imobiliário. “O pipeline de hotéis tem vindo a crescer a um ritmo forte nos últimos anos, com o número de projetos em carteira a subir 60% em 2017 (para 80 unidades), após o crescimento de 47% registado em 2016 (de 34 projetos em 2015 para 50 no ano seguinte)”, sublinham os responsáveis daquela base de dados.

Já em termos de dimensão dos novos hotéis contabilizados em 2018, Gaia recebe o projeto da maior área (mais de 15.000 m2), com as restantes unidades contabilizadas a apresentarem todas áreas abaixo dos 10.000 m2 e a maioria (mais de 52%) a ter menos de 2.000 m2. No grupo dos projetos com área superior a 5.000 m2 (sete no total), o Porto é o concelho mais representado, com três hotéis.