Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

EUA. Quinta agrícola de robôs combate falta de mão de obra

GETTY

Criada pela empresa Iron Ox, esta quinta visa combater a falta de mão de obra e obter ganhos ao nível da rentabilidade da produção agrícola

A primeira quinta totalmente controlada por robôs, com um sistema de inteligência artificial (IA), foi inaugurada na última semana na cidade de San Carlos, nos EUA. Criada pela empresa californiana Iron Ox, esta quinta visa combater a falta de mão de obra e obter ganhos ao nível da rentabilidade da exploração agrícola, respondendo aos desafios do sector.

A tecnologia utilizada exigiu investimentos avultados. Só em 2017 foram investidos 10 mil milhões de dólares (8,7 mil milhões de euros) na propriedade com 2 mil metros quadrados, mais 29% do valor gasto no ano anterior.

Os fundadores da empresa garantem que o sistema de robótica utilizado na quinta “permite cultivar 30 vezes mais produtos do que as quintas agrícolas tradicionais” graças à maquinaria pesada e ao sistema de inteligência artificial. No total, esta quinta produz mais de 50 tipos de verduras e ervas aromáticas e utiliza 90% menos água do que as propriedades agrícolas tradicionais.

“Cada robô sabe como realizar a tarefa, mas não sabe quando a deve executar”, explicou ao “The Guardian” Brandon Alexander, co-fundador da Iron Ox. É por isso que continua a ser necessária a ajuda de especialistas.

A “Angus”, uma das máquinas da quinta, tem um braço robótico que permite mover-se nos terrenos agrícolas e transportar as plantações de diferentes zonas. Conta também com duas câmaras e quatro sensores no braço para ver as plantas em 3 dimensões, conseguindo identificar “com grande precisão” doenças ou o momento certa para os produtos serem colhidos.

Uma equipa de cientistas e engenheiros agrónomos supervisiona, por sua vez, a sistema denominado “O cérebro”, que processa as informações transmitidas pelos robôs na quinta.

“Cada produto é cuidado pelos nossos produtores especializados com base num processo de crescimento robótico, garantindo consistência, qualidade e sabor durante todo o ano”, refere o site da empresa.

Ainda este ano, a Iron Ox prevê começar a vender os seus produtos agrícolas a restaurantes e pequenas mercearias na área da baía de São Francisco. Se tudo correr bem, a empresa espera começar a expandir as vendas para todo o estado da Califórnia no próximo ano e construir mais tarde outras quintas de robôs nos subúrbios dos grandes centros urbanos. O objetivo é produzir alimentos em grande escala e competir com as grandes superfícies.