Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Brasil. Bolsa de São Paulo termina em alta sustentada pela vitória de Bolsonaro

MIGUEL SCHINCARIOL/Getty

Índice de referência da bolsa de São Paulo, Ibovespa, terminou a subir 4,57%, para 86.083 pontos

A bolsa de São Paulo fechou nesta segunda-feira em alta, sustentada pela vitória do candidato da extrema-direita Jair Bolsonaro na primeira volta e pela vantagem que apresenta para a segunda volta, no dia 28. O índice de referência da bolsa de São Paulo, Ibovespa, terminou a subir 4,57%, para 86.083 pontos.
Em termos cambiais, o dólar depreciou-se 2,35% e cotava-se a 3,765 reais para a compra e a 3,767 reais para a venda.

O movimento foi uma reação dos mercados aos resultados das eleições presidenciais deste domingo, nas quais Bolsonaro, candidato do Partido Social Liberal (PSL), obteve 46% dos votos contra 29% do progressista Fernando Haddad, do Partido dos Trabalhadores (PT), com quem medirá forças na segunda volta.

Jair Bolsonaro, representante dos setores mais conservadores do Brasil, tem o apoio dos investidores graças à sua proposta económica liberal e à defesa das privatizações, que reforçou hoje numa mensagem publicada nas redes sociais.

O modelo de Bolsonaro contrasta com o do PT de Luiz Inácio Lula da Silva, ex-Presidente do Brasil e atualmente preso, e que historicamente foi contrário às medidas de austeridade e mais favorável ao intervencionismo.