Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

“Temos um défice cultural gritante”

tiago miranda

António Filipe Pimentel, Diretor do Museu Nacional de Arte Antiga

Carolina Reis

Carolina Reis

texto

Jornalista

Tiago Miranda

Tiago Miranda

foto

Fotojornalista

Depois de uma carreira académica, em que ocupou o cargo de pró-reitor da Universidade de Coimbra, António Filipe Pimentel tem-se destacado pela modernidade que trouxe ao Museu Nacional de Arte Antiga (MNAA). O diretor do principal espaço museológico da capital critica a falta de visão na promoção do turismo que se centra “na divulgação do sol, da praia e da amabilidade dos portugueses”. E acusa as elites de falta de cultura.

Portugal vai atingindo recordes no turismo, a diferentes níveis. Mas não se vê uma aposta no turismo cultural. Porquê?
Existe um défice de compreensão, que funciona como uma espécie de círculo vicioso. Temos um défice cultural gritante, os portugueses não são educados para a cultura, são educados para o lado tecnológico. Isto faz com que não chegue a informação às elites, aos decisores, que têm a capacidade de dispor dos meios económicos para a promoção na área do turismo. E continuamos a apostar na divulgação do sol, da praia e da amabilidade dos portugueses. E do clima benigno, da experiência do bem-estar por pouco dinheiro.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI