Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Meo pede insolvência da Onitelecom

@christophe-guerreiro

A empresa do grupo Altice pediu em tribunal a insolvência da Oni, empresa detida pelos mesmos acionistas que detêm a Nowo, concorrente da Meo

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

A Meo, do grupo Altice, pediu a insolvência da Onitelecom, empresa detida pelos mesmos acionistas da Nowo, operadora que acordou em Portugal distribuir os conteúdos televisivos da Eleven Sports, como os jogos da presente temporada da Liga dos Campeões.

O pedido de insolvência, segundo avança o jornal digital “Eco”, estará relacionado com uma dívida da ordem dos seis milhões de euros, que já teve vários acordos de pagamento, mas que acabaram por não ser cumpridos.

A ação, como o Expresso confirmou no portal Citius, foi distribuída no Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa na passada terça-feira.

De acordo com o “Eco”, a Onitelecom somava no final de 2016 capitais próprios negativos de 25 milhões de euros.

Criada no ano 2000, a Oni é um operador de comunicações e fornecedor de serviços tecnológicos, tendo hoje como acionistas o fundo de investimento Apax France e a Fortino Capital, exatamente os mesmos donos da Nowo, operadora de comunicações que firmou um acordo para a distribuição da Eleven Sports em Portugal e que concorre com a Meo, da Altice.

Embora juridicamente independentes, a Oni e a Nowo têm, além dos mesmos acionistas, o mesmo presidente executivo, Miguel Venâncio.