Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Esta pode ser a casa mais cara que alguma vez esteve à venda

A vista da montanah Victoria Peak para o centro da cidade

REDA&CO/ Getty Images

446 milhões de dólares (pouco mais de 380 milhões de euros) é quanto custa uma mansão numa zona privilegiada de Hong Kong

Procuram-se novos donos para habituar uma mansão com quatro quartos, quatro casas de banho, piscina e vista sobre a cidade de Hong Kong, na China. Desde abril que esta casa está disponível para receber novos moradores - seja para habitação permanente ou apenas para férias e fins de semana. O imóvel, construído em 1991, está à venda pelo preço que se acredita ser o mais caro de sempre: 446 milhões de dólares, cerca de 380 milhões de euros.

“Casa isolada extraordinária com uma vista espetacular sobre o parque e vegetação exuberante”. Assim é descrito o imóvel na página da imobiliária Christie’s International Real Estate (pode ver AQUI as fotografias e mais detalhes sobre a casa). A mansão fica numa zona do luxuoso e exclusivo bairro de Peak, na montanha de Victoria Peak.

A ser vendida pelo preço que é pedido no anúncio, poderá tratar-se do maior negócio do género alguma vez realizado em toda a Ásia, o mercado imobiliário mais caro do mundo segundo refere a Bloomberg. O recorde atual está nos 360 milhões de dólares (308 milhões de euros) e diz respeito a uma casa do mesmo bairro vendida em janeiro de 2017.

No início do mês, o relatório “Os ultra-ricos do Mundo”, da empresa Wealth X, revelou que a cidade com o número mais elevado de ultra-ricos é, precisamente, Hong Kong. Ali, há cerca de dez mil pessoas a valerem, cada uma delas, pelo menos 30 milhões de dólares (cerca de 25 milhões de euros). No ano passado, o lugar era ocupado por Nova Iorque.