Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Três candidatos avançam com propostas vinculativas pela CGD em Espanha

Os bancos Abanca e Cajamar e o fundo Cerbereus tinham até dia 10 para apresentar propostas vinculativas pela operação da CGD em Espanha e todos o fizeram. Após a análise das propostas irá entrar-se numa nova fase de negociação

A venda da CGD em Espanha está bem encaminhada. Segundo o jornal espanhol Cinco Dias os três candidatos selecionados pelo Governo português (Abanca, Cajamar e o fundo Cerberus) para a segunda fase do concurso apresentaram propostas vinculativas.

O processo de venda da Caixa em Espanha foi anunciado em março, aprovada em junho pelo conselho de ministro que deu luz verde ao processo.

O Cinco Dias refere que a instituição melhor posicionada é o Abanca (comprou a operação do Deutesche Bank em Portugal). Quer o Abanca quer o Cajamar querem crescer por via de aquisições e esta é uma oportunidade, adianta o jornal espanhol, sublinhando que o o banco da Caixa tem fundos próprios que ascendem a €514 milhões.

Segundo fontes financeiras citadas pelo Cinco Dias as ofertas dos três interessados estão abaixo dos €500 milhões. Em causa está a compra de 99,79% da filial espanhola.

O preço oferecido é um dos critérios de seleção na fase posterior de negociação embora o governo português dê preferência aos compradores que garantam a continuidade de relacionamento com a comunidade portuguesa residente ou com ligações a Portugal.