Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Há mais mil milhões de euros para a agricultura

José Carlos Carvalho

Com esta nova linha de crédito, além de poder antecipar cofinanciamentos para projetos agrícolas, a Caixa Geral de Depósitos estará ainda disponível para estudar candidaturas que não foram acolhidas para serem comparticipadas por fundos comunitários

A Caixa Geral de Depósitos vai disponibilizar uma linha de crédito de mil milhões de euros para apoiar investimentos na agroindústria.

O anúncio foi feito esta sexta feira por José João Guilherme, administrador do banco público, perante Capoulas Santos, ministro da Agricultura, numa visita à feira Agroglobal, que decorre em Valada do Ribatejo.

Uma fonte da CGD garante que, com esta nova linha de crédito, além de se poderem antecipar cofinanciamentos, a Caixa estará ainda disponível para estudar candidaturas que não foram acolhidas para serem comparticipadas por fundos comunitários e permitir, assim, que, com este financiamento, possam avançar.

Esta intenção da CGD disponibilizar crédito para o sector agrícola e da agroindústria, surge na sequência de iniciativas idênticas protagonizadas por outros bancos, como o BPI, ou o Novo Banco, ao longo dos últimos dois anos – apesar de estas instituições não terem no seu ADN o financiamento daquele sector de atividade.

Na verdade, durante as últimas duas décadas a banca comercial manteve as portas praticamente fechadas ao sector agrícola, cenário que só se alterou quando, no auge da crise (2013/2014) as exportações e os níveis de produtividade na agroindústria dispararam, ultrapassando mesmo o crescimento do resto da economia.