Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

EDP Renováveis ganha dois novos contratos de longo prazo no Brasil

Lucíllia Monteiro

A empresa portuguesa assegurou contratos de 20 anos para dois novos parques eólicos que começarão a operar daqui a seis anos

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

A EDP Renováveis assegurou num leilão no Brasil dois novos contratos de longo prazo para a venda de energia eólica. Em comunicado ao mercado, a empresa revela que os contratos permitirão escoar a produção de dois parques eólicos a construir no Estado de Rio Grande do Norte.

Ambos os parques eólicos iniciarão a sua operação apenas daqui a seis anos, em 2024, quando começam os contratos de venda de energia, que terão 20 anos de duração.

Um dos parques terá uma capacidade de 176 megawatts (MW) e beneficiará de uma tarifa de venda da eletricidade de 94 reais por megawatt hora (MWh), cerca de 20 euros por MWh ao câmbio atual (que é menos de um terço do custo atual da eletricidade na Península Ibérica).

O outro parque terá uma potência de 253 MW e assegurou um preço de venda de 87 reais por MWh (o equivalente a 18,5 euros por MWh).

No Brasil, incluindo estes dois novos projetos, a EDP Renováveis tem em desenvolvimento cerca de 0,8 GW de nova capacidade, toda com contratos de longo prazo para a venda da sua energia.