Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Custo do crédito é um quarto do de antes da crise

Tiago Miranda

A taxa de juro média nos novos empréstimos caiu de 5,61% para 1,45% em dez anos. Considerando todos os contratos, famílias estão a poupar quase €3 mil milhões em juros

Há 10 anos, quem quisesse comprar casa em Portugal não teria, provavelmente, grande dificuldade em encontrar financiamento. Jorrava dinheiro da banca para as famílias e o spread — a margem que o banco cobra aos clientes — era quase nulo. Dez anos depois, muita coisa mudou. Os spreads são hoje cerca de três vezes mais altos, mas o custo desse financiamento é muito mais baixo. Explicação? A resposta está na Euribor negativa e o resultado foi uma benesse para as famílias, que viram baixar as prestações da casa. Tanto quem fez novos créditos à habitação como quem já tinha empréstimos deste tipo.

Para continuar a ler clique AQUI