Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Vendas no comércio a retalho aumentam 3,4% no segundo trimestre

O emprego neste sector melhorou em 3%, enquanto as remunerações subiram 4,4%

As vendas no comércio a retalho tiveram uma subida de 3,4% no segundo trimestre, face ao mesmo período de 2017, baixando, contudo, relativamente aos primeiros três meses do ano, divulgou esta segunda-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Segundo o INE, “no segundo trimestre de 2018, as vendas no comércio a retalho apresentaram um aumento de 3,4% em termos homólogos”, variação que ficou abaixo dos 5,1% de acréscimo registados no trimestre anterior.

Entre abril e junho, os grupos de produtos alimentares e não alimentares tiveram, respetivamente, um aumento de 2,1% e 4,4% relativamente ao mesmo período do ano passado, variações que foram, ainda assim, abaixo das registadas no primeiro trimestre (de 4,4% e 5,7%, respetivamente).

Esta tendência também se verificou nos resultados do mês de junho, no qual houve uma subida de 3,3% em termos homólogos, mas uma descida em 2,3 pontos percentuais face ao mês anterior, de maio, no qual a subida foi de 5,6%.

Neste mês, as variações homólogas dos grupos de produtos alimentares e não alimentares foram, respetivamente, de 2,0% e 4,3%, com descidas de 2,8 pontos percentuais e 1,9 pontos percentuais face a maio deste ano.

Por seu lado, o índice agregado do volume de negócios cresceu 5,9% em junho, em termos nominais, enquanto tinha aumentado 7,1% no mês anterior, em comparação com os mesmos meses de 2017.

No que toca ao emprego, melhorou em 3% em junho comparativamente com o ano passado, enquanto as remunerações subiram 4,4% em termos homólogos.

Já o índice relativo às horas trabalhadas cresceu 0,8% em termos homólogos.