Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

"Incrível": Estados Unidos registam o maior crescimento desde 2014 e Trump reclama vitória

Chip Somodevilla/Getty

A economia norte-americana registou no segundo trimestre o seu melhor desempenho em cinco anos. Trump diz que é "incrível" e promete superar as metas

A economia dos Estados Unidos cresceu a um ritmo anual de 4,1% no segundo trimestre deste ano, apresentando a taxa de crescimento mais elevada desde 2014, indicou esta sexta-feira o Departamento do Comércio norte-americano.

O primeiro dos três cálculos sobre a evolução do Produto Interno Bruto (PIB) relativo ao período entre abril e junho deste ano nos Estados Unidos está em linha com as expectativas dos analistas que apontavam para um crescimento do PIB de 4%.

O governo federal reviu os dados da expansão da economia norte-americana no primeiro trimestre, de 2,2% para 2,5%, o que se deveu em grande medida ao aumento das despesas dos consumidores que representa quase dois terços da atividade económica do país e que cresceu a uma taxa anualizada de 4%.

O investimento empresarial também contribuiu para a aceleração do PIB norte-americano com uma subida de 5,4%.

Donald Trump já veio recolher os louros, associando os dados à sua governação e, em particular, à reforma fiscal que promoveu e que conduziu a cortes subtanciais nos impostos para as empresas, e às barreiras comerciais que tem vindo a anunciar.

Para o presidente norte-americano, os dados são "incríveis" e "muito sustentáveis". "À medida que os acordos de comércio começarem a ser implementados, um a um, vamos superar estes grandes números", afirmou o presidente norte-americano, citado pela Bloomberg.

Analistas ouvidos pela agência noticiosa duvidam, contudo, que seja possível manter este nível de crescimento nos próximos trimestres.