Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Farfetch inaugura em Braga

José Neves fundou a Farfetch em 2007

D.R.

Novo espaço cria 150 postos de trabalho

A Farfetch, plataforma de vendas online especializada em artigos de luxo, inaugurou esta sexta-feira o seu novo pólo de tecnologia de Braga, onde serão criados 150 postos de trabalho. Depois de Guimarães, Porto e Lisboa, a empresa fundada por José Neves, em 2007, passa a estar, assim, presente em quatro cidades portuguesas, somando 13 escritórios espalhados pelo mundo.

Na escolha de Braga, pesou o facto de esta ser considerada como a cidade mais jovem do país, numa região apontada como "uma marca no empreendedorismo e nas tecnologias de informação", diz o responsável da operação tecnológica da empresa, Cipriano Sousa, em comunicado. A região "é uma incubadora natural de talento, onde será possível captar os mais diferentes perfis, desde os mais jovens aos mais experientes", acrescenta.

Com capacidade para 150 pessoas, o pólo de Braga junta ao espaço de trabalho um terraço que funciona como zona de lazer, onde os trabalhadores podem descontrair e, até, correr numa pista de kart, tendo vagas em aberto em áreas como a engenharia e produto.

Num grupo que trabalha numa lógica global e se apresenta como a plataforma líder global para a indústria da moda de luxo, Braga vai permitir reforçar o peso da equipa nacional, em especial no domínio da tecnologia, onde a Farfetch já tem 800 profissionais.

De acordo com os números da Farfetch - Farfetch.com, Farfetch Black & White, Store of the Future and Browns - liga clientes em mais de 190 países a produtos de 900 marcas e boutiques de 45 países.