Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Santander lucrou 3,7 mil milhões de euros até junho

Marcelo del Pozo / Reuters

Banco espanhol aumentou o seu lucro em 4%, mas se os custos da fusão com o Popular fossem descontados o resultado teria crescido 25%

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

O banco espanhol Santander lucrou 3752 milhões de euros entre janeiro e junho, tendo o resultado melhorado 4% em relação ao primeiro semestre do ano passado, informou a instituição financeira em comunicado ao mercado.

A margem bruta do grupo Santander permaneceu estável, nos 24,1 mil milhões de euros, tendo os custos de exploração crescido 3%, para 11,48 mil milhões de euros.

No primeiro semestre deste ano o Santander contabilizou um efeito extraordinário negativo de 300 milhões de euros de custos de integração com o banco Popular. Expurgando esse efeito, o lucro do Santander teria ascendido a 4052 milhões de euros, crescendo 25%.

A presidente do Santander, Ana Botín, comentou no comunicado de resultados que “o Santander conseguiu no segundo trimestre um forte crescimento das receitas e uma melhoria na qualidade do crédito”.

A gestora notou ainda que os resultados “demonstram que a transformação comercial e digital do grupo está a acelerar e a favorecer a conquista de clientes”.

Botín comentou também que a diversificação geográfica, com uma dispersão de operações entre a Europa e a América, “continua a ser um dos pontos fortes do Santander”, permitindo alcançar resultados mais previsíveis do que os dos bancos concorrentes.