Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Há uma corrida à construção de casas em Portugal

FOTO Nuno Botelho

Licenças para construção de habitação disparam 38% até abril, segundo dados hoje divulgados pela associação do sector. Há uma clara recuperação desta área de atividade, uma das mais afetadas pela crise sobretudo nos anos 2013 e 2014, os piores dos últimos 15

Há uma corrida à construção de casas em Portugal. De acordo com os dados hoje divulgados pela Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas (AICCOPN), até abril deste ano foram emitidas licenças para a construção de 6.128 novas habitações, um aumento de 38% face ao mesmo período de 2017.

Durante todo o ano passado foram emitidas 14,120 licenças de construção, o que representou um crescimento de 24,4% face a 2016 (11.355 novas licenças). Ou seja, há uma clara recuperação do sector, um dos mais afetados pela crise sobretudo nos anos 2013 e 2014, os piores desde 2003, com 7.380 e 6.785 licenças para construção de casas novas, respetivamente.

Crédito à habitação cresce 26,9%

Já o stock acumulado de crédito à habitação recuou 1,3% no período de janeiro a abril deste ano, para 92,8 mil milhões de euros. Quanto à concessão de novos empréstimos o valor acumulado entre janeiro e abril deste ano é de 2,9 mil milhões de euros, um aumento de 26,9% face ao mesmo período de 2017.

O que também não tem parado de aumentar é o valor da avaliação média por metro quadrado da habitação efetuada pelas instituições bancárias. Em abril situava-se nos 1.171 euros/metro quadrado, 5,5% mais caro que no mês anterior. O preço médio em 2017 ficou-se pelos 1.122 euros/m2.