Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

“É ridículo chamarem-me pai da austeridade”

Alberto Alesina acha que a austeridade devia ter ido mais devagar e só com cortes na despesa

Getty Images

Alberto Alesina, Professor de Economia Política na Universidade de Harvard, nos EUA

Alberto Alesina é uma das figuras da história da crise da zona euro. Batizaram-no “o pai da austeridade”, mas o académico italiano rejeita-o liminarmente. “Isso é ridículo”, diz em entrevista ao Expresso, recusando essa paternidade. Mas da fama não se livra.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)