Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

KPMG acusada de mentir e de ocultar informação

Sikander Sattar liderava a KPMG em Lisboa e em Angola e está acusado pelo supervisor de não ter comunicado os riscos da carteira de crédito do BES Angola. Pode ter de pagar uma coima de €500 mil e ser alvo de sanções acessórias. E poderá em breve ser confrontado com acusações da CMVM, que também está a investigar

Luis Barra

Sikander Sattar, Inês Viegas, Fernando Antunes, Inês Filipe e Sílvia Gomes são acusados pelo Banco de Portugal de não terem reportado os problemas da carteira de crédito do BES Angola. E dois deles estão acusados de mentir ao supervisor

No próximo dia 4 de agosto passa mais um aniversário da queda do BES. A resolução do banco e a criação do Novo Banco resultaram da agregação de vários fatores. Um dos que contribuíram para o descalabro financeiro da instituição foi o impacto que a carteira de crédito do Banco Espírito Santo Angola (BESA) acabou por ter no banco em Lisboa. O BES chegou a ter uma exposição de 3,3 mil milhões de euros ao banco em Angola, fruto das necessidades de liquidez deste último.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)