Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Cláudia Azevedo vai liderar a Sonae

Susana Rodrigues

A gestora assume a presidência executiva do grupo, substituindo o irmão Paulo e Ângelo Paupério, que eram os co-presidentes executivos

Pedro Lima

Pedro Lima

Editor-adjunto

A Sonae vai ser presidida por Cláudia Azevedo, que desta forma substitui Paulo Azevedo e Ângelo Paupério na liderança executiva do grupo.

Em comunicado, a Efanor, acionista maioritária da Sonae, refere que esta substituição acontece "na sequência da vontade manifestada pelos Engs. Paulo Azevedo e Ângelo Paupério de, após o termo do corrente mandato, passarem o testemunho das funções executivas até agora exercidas no Conselho de Administração da Sonae".

A escolha recebeu da Efanor "total concordância, uma vez que se adequa de modo particular ao perfil mais recentemente assumido pelo grupo, culminando uma carreira que, nos últimos anos, se especializou na gestão de portefólios diversificados e na internacionalização dos negócios de participadas".

Paulo Azevedo e Ângelo Paupério vão manter-se no conselho de administração da Sonae, com cargos não executivos. A subida de Cláudia Azevedo à presidência executiva da holding do grupo levou à sua renúncia ao cargo de presidente executiva da Sonae Capital. Em sua substituição passará agora a estar Miguel Gil Mata.

Cláudia Azevedo tem 48 anos e é um dos três filhos de Belmiro de Azevedo, o empresário que faleceu em novembro do ano passado e que construiu o grupo Sonae. Liderou a Sonae Capital nos últimos anos, a holding do grupo que agrega os negócios na área do turismo, ginásios e energia. E tem também estado à frente da Sonae Investment Management (IM), que se tem destacado no investimento em empresas da área tecnológica.