Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Montepio lucra 5,7 milhões no primeiro trimestre

João Relvas/Lusa

Os lucros da Caixa Económica Montepio Geral derraparam de 11,1 milhões no primeiro trmestre de 2017 para 5,7 milhões nos primeiros três meses do corrente ano

O banco do Montepio, liderado por Carlos Tavares, registou um lucro de 5,7 milhões, abaixo dos 11 milhões registados em igual período do ano passado. Isto apesar de as comissões terem aumentado 8,8%, ou 2,3 milhões de euros, e dos custos operacionais terem diminuindo 3,8% (2,6 milhões de euros), no período em análise.

O crédito bruto a clientes caiu 6,7%, mas os depósitos subiram 5%. As imparidades para riscos de crédito no primeiro trimestre ascenderam a 23,6 milhões, contra 33,8 milhões nos primeiros três meses de 2017, registando uma melhoria. O custo do risco também melhorou no primeiro trimestre fixando-se em 0,68%

A margem financeira (diferença entre os juros pagos nos depósitos e os juros obtidos no crédito) também caiu de 71% para 59,9%.

Em comunicado a Caixa Económica Montepio Geral refere que no final do primeiro trimestre o rácio de capital core estava nos 12,9%, acima dos requisitos regulatórios. O rácio LCR (cobertura de liquidez) estava nos 150,4%, cerca de 50% acima do mínimo regulamentar de 100%, o que “evidencia uma situação saudável de capital e liquidez”.