Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Hospitais privados e sindicato dos enfermeiros firmam acordo

A tabela salarial foi atualizada em 4,5% e o valor do subsídio de refeição também subiu

Após um ano de negociações, a Associação Portuguesa de Hospitalização Privada (APHP) e o Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP), afeto à CGTP, assinaram esta semana um acordo de revisão de normas do Contrato Coletivo de Trabalho (CCT).

As alterações agora acordadas, segundo revela a APHP em comunicado, permitem a atualização da tabela salarial em 4,5% e do valor do subsídio de refeição.

A tabela acolhe quatro categorias, variando entre o enfermeiro perito que passa a ganhar 1720 euros de salário-base e o enfermeiro de ingresso (985 euros). Pelo meio ficam ainda dois outros escalões, com salários de 1400 euros e 1180 euros. A última revisão salarial fora em 2016.

As duas partes procederam também à inclusão no CCT do conceito de enfermeiro noturno, "com previsão do respetivo enquadramento laboral".

APHP e sindicato chegarem ainda a acordo sobre a interpretação das regras relativas ao enfermeiro de ingresso.

A APHP "congratula-se pelo acordo conseguido" e acredita que ele reflete "as saudáveis relações institucionais que sempre têm existido entre o setor da hospitalização privada e os enfermeiros portugueses".