Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Francesa Engie poderá vir a fazer oferta concorrente pela EDP Renováveis

D.R.

Cenário de OPA concorrente está a ser ponderado por assessores financeiros contratados pela Engie, segundo a agência Bloomberg, que também avança a hipótese de a Engie vir a ficar apenas com parte dos ativos da EDP Renováveis

A francesa Engie poderá vir a lançar uma oferta pública de aquisição (OPA) sobre a EDP Renováveis, concorrente da oferta já anunciada pela China Three Gorges (CTG), segundo a agência Bloomberg, que noticiou que esse cenário está a ser estudado por assessores financeiros contratados pela Engie.

A possibilidade de uma OPA concorrente sobre a EDP Renováveis é apenas um dos cenários em análise. Outro seria a aquisição pela Engie dos ativos que a EDP Renováveis seja obrigada a vender para que a OPA da CTG sobre o grupo EDP tenha todas as autorizações regulatórias. Um dos mercados onde a aprovação da OPA chinesa será mais delixada é o dos Estados Unidos da América.

Os EUA são hoje a maior plataforma operacional da EDP Renováveis, gerando quase metade das receitas da empresa.

Os responsáveis da CTG estão cientes da dificuldade de obtenção de aprovação das autoridades norte-americanas, um processo que implicará, provavelmente, um conjunto de remédios, que pode passar pela venda de parte dos ativos da EDP naquele mercado.

A Engie já é parceira da EDP no desenvolvimento de eólicas offshore (nomeadamente em França), o que poderá facilitar um entendimento com a CTG para eventuais acordos de compra de ativos da EDP Renováveis.

A Engie chegou a ser dada como potencial interessada na aquisição da EDP, no âmbito de uma tendência de consolidação do sector elétrico europeu, mas nunca assumiu oficialmente esse interesse.