Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Empresa que roubou a Champions promete revolução

O diretor-geral da Eleven Sports, Danny Menken, diz que o melhor mercado da empresa é o polaco. E que Portugal pode tornar-se na próxima Polónia

Nuno Fox

Eleven Sports aposta em dois canais HD e quatro canais pop-up, no cabo e no digital

Há quem lhe chame a “Netflix do desporto”, por transformar radicalmente a experiência de ver desporto, à semelhança da plataforma online de séries e filmes. Mas a estratégia da Eleven Sports nos sete mercados onde opera vai muito além da sua plataforma de streaming. A operadora britânica criada em 2015 — que tem os direitos de transmissão televisiva de várias das mais importantes competições de futebol na Europa, na Ásia e na América — adquiriu no final de maio os direitos da Liga dos Campeões, da LaLiga espanhola e da Ligue 1 francesa para Portugal. E esta semana anunciou novos direitos desportivos no país, ao adicionar os da Bundesliga, da Supertaça alemã, da Jupiler Pro League, da Supertaça da Bélgica e do canal oficial do Arsenal.

Para continuar a ler clique AQUI