Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

TAP revela o seu novo avião A330-900neo [vídeo]

É um primeiro de uma encomenda de 14 novos aviões, deste modelo, com que a TAP se vai equipar para crescer. É mais eficiente e, segundo a companhia, mais inovador no design e mais confortável para os passageiros. Veja aqui as primeiras imagens do novo avião

A TAP apresenta publicamente, esta terça-feira, o seu novo avião Airbus 330-900neo, o primeiro de um conjunto de 14 aeronaves encomendadas em 2016 ao fabricante sedeado em Toulouse, no sul de França.

O A330-900neo foi entregue à TAP em abril, depois de testes realizados durante o mês de março em França, por dois pilotos da transportadora aérea nacional.

Este avião inicia hoje, pela primeira vez, uma série de voos teste por todo o mundo, com as cores da TAP e com elementos de tripulação da companhia.

De acordo com a transportadora, o primeiro dos voos desta série traz pela primeira vez o A330neo a Lisboa, de onde segue para o Rio de Janeiro, regressando à capital portuguesa para voltar a partir, desta feita até S. Paulo, Recife e Miami.

Portugal como hub Atlântico

“Até ao final do mês de junho, o A330neo com as cores da TAP prosseguirá o plano de voos de teste numa sequência que o vai levar a Kuala Lumpur, Manila, Jakarta, Bangkok, e Maurícias. Por fim, na última etapa, o novo avião da TAP voa para Nova Deli, Reykjavik, Chicago e Atlanta, concluindo com o regresso à fábrica da Airbus em Toulouse o périplo mundial”, informa ainda a transportadora portuguesa.

Antonolado Neves, presidente executivo da TAP, considera que “esta passagem por Lisboa do novo A330neo, que em breve se juntará à nossa frota, materializa mais um marco importante no plano de transformar a TAP na Companhia com uma das frotas mais modernas do mundo. Permite-nos continuar a afirmar Portugal como hub Atlântico do transporte aéreo e a TAP como um player relevante entre a Europa, África e as Américas, contribuindo para o crescimento económico e o desenvolvimento do Turismo no nosso país.”

Este avião faz parte de um lote de contratos com a Airbus que preveem a integração na frota da TAP, já este ano, de um A320neo, dois A321neo e um A330neo, para além de três A320neo, três A321neo, dois A321LR e seis A330neo ao longo de 2019, num total de 18 aeronaves adicionais à encomenda original de 53 novos aviões à Airbus.

TAP é a primeira companhia a voar com o novo A330neo

A companhia aérea portuguesa será a primeira operadora do mundo a voar o novo A330-900 neo, que virá equipado com interiores de cabina AirSpace by Airbus, “com o qual os passageiros, bem como os tripulantes da TAP, vão poder beneficiar de uma nova experiência de viagem proporcionada por este inovador design de cabina de avião. Desenvolvido a pensar nos passageiros e nas companhias aéreas, o Airspace abrange quatro pilares básicos: conforto, ambiente, serviço e design”, refere uma nota da empresa.

De acordo com os responsáveis da transportadora aérea, a modernização da frota da TAP com os mais avançados aviões disponíveis no mercado “vai permitir à companhia aumentar a sua oferta e crescer para novos destinos, de forma ainda mais eficiente, reforçando a sua competitividade na arena global e contribuindo para uma crescente centralidade de Portugal enquanto hub Atlântico do transporte aéreo e para a atração de novos fluxos turísticos para o país”.

Recorde-se que dois pilotos da TAP deslocaram-se no passado mês de março a Toulouse, no sul de França, para realizarem um voo de ensaio do novo A330-900 neo, onde efetuaram testes ao avião para demonstração da performance deste ‘novo elemento’ da família Airbus.

Redução no consumo de combustível

O A330 neo incorpora também a última geração de reatores Rolls-Royce Trent 7000 e melhorias ao nível da aerodinâmica. O avião proporciona, segundo a TAP, reduções de combustível da ordem dos 14% por cadeira, tornando-o no avião wide-body mais eficiente.

Este novo modelo é a resposta da Airbus ao seu concorrente americano Boeing, que não hesitou em modernizar o famoso modelo 777, preparando-o para rotas de longo curso, enquanto lançava o 787 nas rotas de médio e longo curso.

O consórcio europeu (a Airbus é uma multinacional francesa, alemã, inglesa e espanhola), com as vendas do ‘velho’ A330 a cair, não teve outra saída que não a modernização desse modelo, adaptando-o com novos motores Rolls Royce e acrescentando três letras à designação tradicional, passando a designar-se A330 neo (new engine option), uma ‘nova opção de motor’.

Apontado como mais eficiente que o seu irmão mais velho, o novo A330-900 neo (modelo que irá equipar a frota da TAP) pode transportar até 440 passageiros por voo.