Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Vodafone vai retirar ações em tribunal contra compra da TVI

Mário Vaz, presidente-executivo da Vodafone Portugal

Alberto Frias

A Vodafone Portugal defende que o fim do negócio da compra da Media Capital pela Altice é o desfecho mais favorável para os consumidores. E avança que irá retirar as queixas em tribunal

Mário Vaz, presidente da Vodafone Portugal, e uma das vozes que se opos à compra da Media Capital, dona da TVI, pela Altice, por considerar que prejudicava a concorrência e os consumidores, congratulou-se esta segunda-feira com o desfecho do negócio. A Vodafone chegou mesmo a avançar com uma providência cautelar para travar o negócio.

“A Vodafone Portugal considera que este é o desfecho que mais favorece os consumidores, a concorrência, o bom desenvolvimento dos sectores de media e telecomunicações e o país", diz fonte oficial da operadora de telecomunicações.

“Com o previsível desfecho deste procedimento na Autoridade da Concorrência, as ações da Vodafone deixarão de ter razão de ser, motivo pelo qual consideramos que serão retiradas”, avançar ainda a empresa liderada por Mário Vaz.

A operação de compra da Media Capital, dona da TVI, pela Altice foi dada esta segunda-feira como terminada. Em julho de 2017, a Altice Portugal tinha proposto comprar a Media Capital à espanhola Prisa por 440 milhões de euros. A Altice já veio lamentar que o negócio não tenha avançado.