Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Dicas de poupança: tem a certeza de que os seus descontos para a reforma estão certos?

Consulte regularmente a sua página da Segurança Social Direta e veja se os descontos estão a entrar todos e com os valores corretos. Como se fosse a sua conta bancária e quisesse ver se o seu ordenado entrou

Pedro Andersson

A pergunta pode parecer estranha, mas acho que o leitor devia mesmo conferir se os seus descontos para a Segurança Social estão lá todos certinhos. Agora e não quando faltarem meses para a sua reforma. Nessa altura, se encontrar erros já vai ser mais difícil corrigi-los. A empresa pode ter fechado, os papéis podem já não existir, pode não se lembrar exatamente do que aconteceu em determinado ano. Os erros acontecem e, desengane-se, não são poucos.

Pois, mas como é que eu vejo isso? Tinha de ir à Segurança Social perder uma manhã ou uma tarde e deve ser uma burocracia imensa. Olhe que não. Basta ir ao site da Segurança Social e clicar em "Segurança Social Direta". Provavelmente, até tem uma senha mas não se lembra ou anda perdida no meio dos seus papéis. Não há problema, é só pedir outra na página de entrada da Segurança Social Direta. Vai demorar alguns dias a chegar pelo correio. Mas, em relação à reforma, também ninguém corre atrás de nós. Tem tempo.

Isto é muito importante. Descobri que há pessoas a quem faltam vários anos de descontos e que só souberam agora quando foram conferir a sua carreira contributiva.

Há casos de burlas (felizmente, uma exceção) de contabilistas, que recebem o dinheiro dos clientes para pagar a Segurança Social mas ficam com o dinheiro no bolso, há casos de esquecimentos, de empresas que por dificuldades financeiras não pagam os descontos e os trabalhadores nem sonham, porque sempre acreditaram que os descontos estavam a ser feitos e que estavam em dia.

Assim, se for lá ver fica logo a saber se está tudo bem ou não. Caso descubra algum erro, terá de se dirigir pessoalmente aos serviços de atendimento ou pode pedir aos Recursos Humanos da sua empresa que corrijam o problema, se for culpa deles.

No caso dos trabalhadores independentes, tem noutro link quanto tem de pagar no mês corrente e fica a saber se tem dívidas de meses passados.

E pode também ficar a saber se recebeu dinheiro a mais de um subsídio de desemprego, baixa ou maternidade. Sei de vários casos de pessoas que têm dívidas à Segurança Social e não faziam ideia porque já passaram vários anos. Temo que agora tenham de pagar juros e multas. Vamos ver. Mas mais vale saber agora do que na altura da reforma, certo? Aí vai ser muito mais complicado recolher provas de um eventual engano ou contactar alguma empresa para corrigir um erro ou falta de pagamento.

Falaram-me de casos de pessoas que agora, ao pedir a reforma, deram por vários anos de falta de descontos à Segurança Social, e como as empresas já fecharam há muito não vão conseguir recuperar esses dados.

Em resumo: consulte regularmente a sua página da Segurança Social e veja se os descontos estão a entrar todos e com os valores corretos. Como se fosse a sua conta bancária e quisesse ver se o seu ordenado entrou.

Sim, dá algum trabalho, mas se eu fosse a si preocupava-me com isto. Nunca se sabe. É a sua reforma que está em causa e se, antes disso, vier a precisar do subsídio de desemprego, de baixa ou de maternidade, o valor pode ser mais baixo do que devia e nem vai perceber porquê. Não deixe para amanhã.

Com esta dica, pode ainda confirmar se tem alguma dívida “esquecida” à Segurança Social e evitar coimas e juros de mora. Pode também descobrir se tem meses ou anos em falta nos seus descontos para a Segurança Social e corrigir os erros a tempo de não prejudicar a sua reforma (quando tiver direito a ela) ou os subsídios de desemprego, de maternidade ou de baixa médica.