Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

O processo 184/12

PAULO ALEXANDRE COELHO

Ao inaugurar a nova sede da EDP, em 2015, António Mexia ganhou um gabinete com vista para o Tejo. Do seu sétimo andar, respirando sobre Lisboa, o gestor nem imaginaria que dois anos depois o seu escritório seria invadido por quatro inspetores da Polícia Judiciária

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

É sexta-feira. João Medeiros chega de manhã cedo aos escritórios da PLMJ, em Lisboa. O advogado já sabia que este seria um dia diferente dos outros. Só não sabia quão diferente iria ser. João Medeiros preparava-se, como os seus colegas, para a festa de verão da sociedade de advogados, um descontraído encontro de quadros que decorreria em Troia. De calções. Sem gravata. Mas João Medeiros não vai para Troia. Ao chegar à PLMJ recebe um telefonema. A Polícia Judiciária está na sede da EDP. Afinal precisava de uma gravata.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI