Siga-nos

Perfil

Expresso

Melhores Empresas para Trabalhar

As 66 Melhores Empresas para Trabalhar em Portugal (com vídeos)

Microsoft, Penha Longa e Gelpeixe são as vencedoras, segundo o estudo EXAME/Heidrick & Struggles. (Veja no final do texto: Vídeos Exame Expresso, na Microsoft e na Gelpeixe, vídeo Sic nas melhores PME e pdf com a lista total)

Rosália Amorim

As candidaturas da próxima edição serão recebidas até 14 de Setembro de 2009 através do site www.examemelhoresempresas2010.com

A Microsoft é a vencedora da eleição das Melhores Empresas para Trabalhar em Portugal, na categoria de grande organização. É o terceiro ano consecutivo em que arrecada o primeiro lugar do pódio. A Penha Longa e a Gelpeixe são as campeãs, com igual pontuação, no grupo das pequenas e médias empresas.

Os dados são apurados pelo estudo da EXAME e Heidrick & Struggles. É o primeiro ano que as companhias constam em diferentes listas, de acordo com a sua dimensão, facilitando assim a comparação de realidades semelhantes. Nesta edição, a lista conta com 66 vencedoras e é a maior de sempre.

Apesar da crise, ainda existem boas empresas para se trabalhar em Portugal e com altos níveis de satisfação em termos organizacionais, apurados junto dos colaboradores. Todas as empresas que constam no ranking registam, no mínimo, um índice de satisfação global de 60%.

Veja abaixo a tabela, em link, para ver o ranking completo e conhecer as restantes vencedoras deste ano.

Como se escolhem as melhores

Do método de apuramento das Melhores Empresas para Trabalhar em Portugal constam as seguintes fases cruciais: é enviado um inquérito, em papel ou on-line, a todos os colaboradores de cada empresa participante.

As questões contidas no inquérito pedem a opinião dos trabalhadores relativamente a diversos temas, desde a transmissão de informação e relação com a chefia até à aposta na formação e investimento em acções de responsabilidade social.

Os inquéritos são preenchidos de forma anónima, para garantir a confidencialidade e assegurar a sinceridade e transparência das respostas, também a administração preenche um inquérito sobre as práticas da organização.

Segue-se a recepção e tratamento de dados pela Heidrick & Struggles e, depois, a auditoria dos dados junto da própria empresa e da sua equipa, que é realizada pelos jornalistas da EXAME. Só após percorridas estas etapas se chega ao ranking final, e à edição da revista que está nas bancas esta quinta-feira, dia 29 de Janeiro.