Siga-nos

Perfil

Expresso

Euro em crise

Zona euro: Plano de apoio poderá atingir €750 mil milhões

O pacote aprovado pelos ministros das Finanças da União Europeia poderá atingir os €750 mil milhões, com o contributo do Fundo Monetário Internacional (FMI). Clique para visitar o dossiê Euro em crise

O plano de apoio à zona euro aprovado hoje de madrugada pelos ministros das Finanças da União Europeia (UE) poderá atingir 750 mil milhões de euros com a participação do Fundo Monetário Internacional (FMI).   Clique para aceder ao índice do DOSSIÊ EURO EM CRISE   Este montante, sem precedentes na história recente, foi anunciado pela presidência espanhola da UE e pela Comissão Europeia.     O pacote incluirá 60 mil milhões de euros em empréstimos a suportar pela UE, e 440 mil milhões em empréstimos ou garantias dos países da Zona Euro, num total de 500 mil milhões de euros.  

Contributo de €250 mil milhões 

A estes fundos, juntar-se-á o contributo do FMI, que poderá atingir metade do valor disponibilizado pelos Estados membros da Zona Euro, disse a ministra das Finanças espanhola, Elena Salgado, que se referiu a 250 mil milhões de euros, depois de ter falado em 220 mil milhões de euros.     Somando os três montantes, o pacote aprovado pelos ministros das Finanças da UE poderá assim atingir os 750 mil milhões de euros.     O Banco Central Europeu (BCE) também tomou medidas "bastante significativas", disse o comissário europeu para os Assuntos Económicos, Olli Rehn, deixando entender que este irá também emprestar dinheiro aos Estados que o necessitem,adquirindo os seus empréstimos obrigatórios negociados nos mercados.     ***Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Clique para ler a Nota da Direcção do Expresso sobre o novo Acordo Ortográfico.