Siga-nos

Perfil

Expresso

Conferência Portugal em Exame

"Portugal tem um problema de tesouraria para resolver"

Na sua intervenção no debate 'Dos défices ao desenvolvimento', Daniel Bessa frisou a importância de o país se centrar nos objectivos de tesouraria como parte da resolução da actual por que passamos.

Sara Fonseca (www.expresso.pt)

Clique para aceder ao índice do dossiê Conferência Portugal em Exame "Temos de nos consciencializar que há um tempo para cada um dos objectivos traçados. E hoje é tempo de nos preocuparmos com os problemas de tesouraria, quer a pública, quer as das inbstituições financeiras, quer todas as outras", frisou o director geral da Cotec na sua intervenção.

"Só depois de termos resolvido este problema poderemos passar à resolução dos défices e, posteriormente, à normalização do crédito. Ou seja, temos de ganhar folga para tratarmos do longo prazo."

Para Daniel Bessa este longo prazo será sem dúvida mais privado do que público, uma vez que é necessário um alargamento da base das empresas exportadoras como factor crucial para o crescimento económico.

"Durante este ciclo de resolução, será necessário um outro programa de Governo. Um outro programa, não outro Governo. Porque é fundamental dar resposta à questão: o que podemos fazer para que as exportações cresçam?".