Siga-nos

Perfil

Expresso

Aumento de impostos

Corte de 1,5% nos salários atinge mais de 1,2 milhões de famílias

Taxa agravada de IRS será cobrada, a partir de Julho, a todos aqueles que ganham mais de 1284 euros brutos por mês. Clique para visitar o dossiê Aumento de impostos

Ana Sofia Santos (www.expresso.pt)

São mais de 1,2 milhões os agregados familiares apanhados pela sobretaxa de IRS no valor de 1,5%, aprovada hoje em Conselho de Ministros. O cálculo tem em conta as estatísticas do IRS de 2007, que são as mais actuais disponíveis no site do MInistério das Finanças.

Clique para aceder ao índice do DOSSIÊ AUMENTO DE IMPOSTOS

Esta percentagem de 'corte' nos salários dos portugueses é aplicado a todos aqueles que ganhem acima de 1284 euros brutos por mês, ou seja, mais de 17979 euros por ano, repartidos por 14 meses. O cálculo tem em conta as estatísticas do IRS de 2007, que são as mais actuais disponíveis no site do MInistério das Finanças.

Este valor é o limite mínimo definido para o 4º escalão do IRS, sendo que quem estiver nos escalões inferiores será penalizado com uma taxa agravada de crise de 1%. São 3,2 milhões de famílias.

O novo imposto será cobrado através de retenção na fonte, entra em vigor já em Julho e irá manter-se até ao final de 2011.