Siga-nos

Perfil

Expresso

50 Anos do Tratado de Roma

Concertos, seminários e uma moeda

Uma série de iniciativas organizadas pelo Governo e as representações em Portugal da Comissão e do Parlamento assinalarão no país o 50ºaniversário do Tratado de Roma.

Um concerto nocturno, ao ar livre, junto da Torre de Belém, com a fadista Katia Guerreiro, seguido de um espectáculo de fogo-de-artifício, e um outro em simultâneo, às 16 horas, em 250 pontos diferentes do país, no qual o hino da Europa será tocado por bandas populares, são duas das inicitivas previstas para domingo, 25 de Março, para assinalar o 50.º aniversário do Tratado de Roma em Portugal, promovidas em conjunto pelo Governo e as representações da Comissão e do Parlamento Europeu no nosso país.

Ao todo, estão previstas onze iniciativas, que "deverão estimular a reflexão conjunta e a melhor compreensão da realidade europeia", para além de representarem "uma oportunidade para sensibilizar os portugueses, para que todos possam contribuir para uma Europa mais coesa, solidária e mais presente no mundo", segundo afirmou em conferência de imprensa o secretário de Estado dos Assuntos Europeus, Manuel Lobo Antunes.

O secretário de Estado encontrar-se-á, aliás, no próprio dia 25 (durante o qual será assinado em cerimónia solene, em Berlim, uma declaração dos 50 anos pelos Chefes de Estado e de Governo europeus), com os embaixadores dos 27 países da União e dos países candidatos para evocarem o Tratado de Roma.

Também nesse dia,  nove palácios que têm ou tiveram um papel relevante na política europeia portuguesa serão abertos ao público entre as 11h e as 16h. São eles o Palácio de Belém, Palácio de S. Bento (Assembleia da República), Palacete de S. Bento (residência oficial do Primeiro-ministro), Palácio das Necessidades (Ministérios dos Negócios Estrangeiros), palácios da Ajuda e de Queluz, Palácio da Palhavã (residência oficial do embaixador de Espanha), Palácio de Santos (Embaixada de França) e Palácio dos Condes de Pombeiro (Embaixada de Itália).

Haverá ainda a emissão de uma moeda corrente e dois euros, comemorativa dos 50 anos, e um concurso nacional de ensaios sobre a UE, que decorrerá entre 25 de Março e 31 de Maio.Os prémios contemplam a realização de estágios repartidos entre Lisboa e os serviços da Comissão Europeia, em Bruxelas.

Ainda no âmbito destas iniciativas, Manuel Lobo Antunes esteve ontem reunido com 200 estudantes do ensino secundário, oriundos de cinco escolas, para debater a Europa "e o que gostaríamos que ela fosse".

A Comissão Europeia, por seu turno, destaca as celebrações que ocorrerão durante todo o ano, nomeadamente os seminários em Lisboa e Porto a 9 de Maio, dia da Europa, que serão dedicados ao Tratado de Roma e o programa em escolas "A Primavera na Europa" (também dedicado ao mesmo tema).

Para 19 e 20 de Abril, será organizado um colóquio sobre direito comunitário na Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa.