Siga-nos

Perfil

Expresso

Crise financeira nos EUA

Sarkozy nomeia ministro do Relançamento em França

Patrick Devedjian, de 64 anos, "será encarregado de seguir a execução do plano para assegurar que o dinheiro vai ser realmente destinado a relançar a economia", explicou Nicolas Sarkozy.

Daniel Ribeiro, correspondente em Paris

Depois de ter apresentado um plano de 26 mil milhões de euros para tentar travar a recessão económica em França, o Presidente Nicolas Sarkozy nomeou um ministro contra a crise.

O novo ministro, nomeado ao princípio da tarde, é Patrick Devedjian, que era até agora o líder do partido da maioria UMP (União para um Movimento Popular), vai ocupar a pasta especial anti-crise para executar o plano de estímulo à economia apresentado ontem por Sarkozy.

O plano francês contra a recessão prevê investimentos de 26 mil milhões de euros, essencialmente destinados ao reforço da tesouraria das empresas em dificuldades, ao lançamento de grandes obras públicas e a apoiar sectores em crise como a indústria automóvel e o alojamento social.

"O ministro será encarregado de seguir a execução do plano para assegurar que o dinheiro vai ser realmente destinado a relançar a economia", explicou Nicolas Sarkozy.

Patrick Devedjian, de 64 anos, é advogado e próximo de Sarkozy.

O plano de relançamento foi criticado pela oposição e os sindicatos. "Não aumenta o poder de compra dos franceses e é uma prenda de Natal inesperada para os patrões", disse Bernard Thibault, líder da CGT francesa.