Siga-nos

Perfil

Expresso

Caos na Independente

Lima de Carvalho e Luís Arouca detidos pela PJ

O antigo reitor da universidade e o maior dos accionistas da Sociedade Independente para o Desenvolvimento do Ensino Superior (SIDES), proprietária da UnI, serão hoje presentes a tribunal.

O antigo reitor da Universidade Independente (UnI), Luís Arouca, e o accionista da SIDES Amadeu Lima de Carvalho foram detidos, de madrugada, pela Polícia Judiciária depois de terem sido interrogados durante várias horas

Luís Arouca, foi constituído arguido no processo de investigação a alegadas irregularidades na gestão da instituição, confirmou hoje o seu advogado Rodrigo Santiago. O antigo reitor da UnI será hoje presente ao Tribunal de Instrução Criminal, mas o advogado afirmou desconhecer a que horas.

Manuel Antão, advogado de Lima de Carvalho – que se afirma como o maior dos accionistas da Sociedade Independente para o Desenvolvimento do Ensino Superior (SIDES), proprietária da UnI –, confirma que o accionista foi constituído arguido e que será presente ao Tribunal de Instrução Criminal "esta manhã ou esta tarde". O advogado recusou, no entanto, avançar mais pormenores, alegando estar tudo em segredo de justiça.

Associação Académica cautelosa

"Esta situação entristece-nos a todos, principalmente aos alunos mais antigos", explicou ao Expresso Hermínio Brioso, presidente da Associação Académica da Universidade Independente. A associação afirma "não querer interferir no trabaho das autoridades", embora lamente a situação "destas pessoas com quem lidámos ao longo de muitos anos". Um sentimento que Hermínio Brioso não tem a certeza se é comum ao universo estudantil da instituição.

Quanto à resolução das reivindicações dos alunos, que exigem certificados de habilitações para pedirem transferência para outras universidades, o presidente da associação mantém a mesma linha de respostas vagas: "as partes em conflito estão a tentar chegar a acordo", sublinhando que "o desfecho está para breve".