Siga-nos

Perfil

Expresso

Mundial - 2010

Vice-campeã França arrisca eliminação

A desilusão do jogador francês Patrice Evra

Brian Stewart/EPA

Actualização permanente: Principais notícias Lusa de hoje sobre o Mundial. Clique para aceder ao índice do Dossiê Mundial-2010.

19h04 - México bate medíocre França e aproxima-se dos "oitavos"

O México venceu hoje uma medíocre vicecampeã em título França por 2-0, em encontro da segunda jornada do Grupo A do Mundial de futebol de 2010, realizado em Polokwane, na África do Sul.

Os suplentes Javier Hernandez, aos 64 minutos, e Cuauhtemoc Blanco, aos 79, de grande penalidade, selaram o triunfo do "onze" de Javier Aguirre, que nunca havia ganho ao conjunto gaulês (um empate e cinco derrotas).

Com este triunfo, o México igualou no primeiro lugar o Uruguai, que bateu quarta feira a África do Sul por 3-0: as duas seleções somam quatro pontos e só precisam de empatar entre si na última ronda para deixaram pelo caminho a formação da casa e os franceses.

-----------------------------------------------

19h04 - Drogba deverá ser titular contra o Brasil, diz Eriksson

O avançado da Costa do Marfim Didier Drogba deverá ser titular no encontro de domingo frente ao Brasil, da segunda jornada do Grupo G do Mundial de futebol da África do Sul, disse o selecionador marfinense.

"Não será surpreendente se Drogba for titular contra o Brasil. Os 24 minutos em que esteve no terreno frente a Portugal correram bem", disse o sueco Sven-Goran Eriksson, acrescentando que o jogador assegurou-lhe ter jogado sem qualquer apreensão.

Operado a uma fratura ao cúbito direito em 5 de junho último, depois de se ter lesionado num encontro particular contra o Japão, Drogba entrou em campo aos 66 minutos do jogo contra Portugal -- empate 0-0 - com uma proteção, que usou por dentro da camisola.

Após o encontro, o selecionador português, Carlos Queiroz, criticou o uso da proteção, queixando-se do facto de em outras situações os jogadores não poderem utilizar pulseiras, colares ou mesmo adesivos, e neste caso Drogba pôde.

Costa do Marfim e Brasil defrontam-se no domingo, em encontro da segunda jornada do grupo D do Mundial, ronda que só ficará completa na segunda feira, com o Portugal-Coreia do Norte.

-----------------------------------------------

17h46 - Philippe Senderos fora dos próximos dois jogos por lesão

O suíço Philippe Senderos vai falhar os dois restantes jogos do Grupo H do Campeonato do Mundo de futebol da África do Sul devido a lesão no tornozelo direito, informou hoje o médico helvético, Cuno Wetzel.

Philippe Senderos lesionou-se no decorrer do encontro de quarta feira com a Espanha, referente à primeira jornada do grupo, que terminou com a surpreendente vitória da Suíça, por 1-0, com um golo de Gelson Fernandes.

O defesa do Everton, de 25 anos, torceu o tornozelo direito no decorrer da partida com os campeões europeus e foi substituído aos 36 minutos. Exames realizados posteriormente afastaram o receio de fratura.

"Philppe Senderos vai ter que falhar os próximos dois jogos - com o Chile (21 de junho) e Honduras (25 de junho) - pois queixa-se de fortes dores no tornozelos", disse o médico suíço Cuno Wetzel.

-----------------------------------------------

16h55 - Grécia vence Nigéria e adia apuramento argentino

A Grécia venceu hoje a Nigéria, cedo reduzida a 10 futebolistas, por 2-1 e manteve-se na corrida ao apuramento para os oitavos de final do Mundial de 2010, impedindo também o apuramento prematuro da Argentina.

A formação africana, que na estreia havia perdido por 2-0 com a Coreia do Sul, marcou primeiro, num livre feliz de Kalu Uche, aos 16 minutos, mas, aos 44, Sani Keita agrediu um adversário e viu o cartão vermelho direto.

Com mais um jogador, a Grécia renasceu e conseguiu dar a volta ao resultado, com tentos de Dimitris Salpingidis, o primeiro dos helénicos em Mundiais, aos 44 minutos, e de Vasileios Torosidis, aos 71 minutos.

Após quatro desaires, três em 1994 e um já na África do Sul (0-2 com a Coreia do Sul), a Grécia somou o primeiro triunfo na competição, enquanto a Nigéria, pela quarta vez presente, contabilizou o oitavo desaire, em 13 jogos.

Mesmo sem qualquer ponto somado, o conjunto africano ainda pode qualificar-se para os oitavos de final, precisando para isso de vencer a Coreia do Sul (três pontos) e esperar que a Argentina (seis) ganhe à Grécia (três), na última ronda do Grupo B, terça feira.

-----------------------------------------------

16h27 - Higuain "repete" Pauleta, oito anos e sete dias depois

O avançado argentino Gonzalo Higuain tornou-se hoje o 45. futebolista a marcar três ou mais golos num jogo do Mundial, oito anos e sete dias depois do feito de Pauleta.

No Soccer City, em Joanesburgo, o jogador do Real Madrid logrou um "hat-trick", com tentos aos 33, 76 e 80 minutos, proeza que ninguém conseguia desde que o melhor marcador da história da seleção lusa (47 golos) o logrou frente à Polónia, a 10 de junho de 2002, em Jeonju, na Coreia do Sul.

Dos 45 jogadores que alcançaram três ou mais golos, apenas quatro repetiram a façanha: o húngaro Sandor Kocsis (em 1954), o francês Just Fontaine (1958), o alemão Gerd Mller (1970) e o argentino Gabriel Batistuta (1994 e 1998).

Na que respeita a jogadores "albi-celestes", e além de Higuain e Batistuta, apenas mais um logrou este feito: Guillermo Stabile foi o segundo a consegui-lo, em 1930, dois dias depois do norte-americano Bert Patenaude, que logrou um "hat-trick" face ao Paraguai, a 17 de julho, em Montevideu.

Em relação a jogadores com mais de três golos, a lista reduz-se a sete futebolistas, sendo que apenas um, o russo Oleg Salenko, apontou cinco tentos num jogo, no Mundial de 1994, disputado nos Estados Unidos.

A 28 de junho, em Stanford, na Califórnia, Salenko marcou aos 16, 41, 45, 72 e 75 minutos, o terceiro de grande penalidade, na goleada da Rússia aos Camarões (6-1), pelos quais marcou Roger Milla, com 42 anos e 39 dias.

Por seu lado, o português Eusébio da Silva Ferreira pertence ao sexteto que logrou quatro tentos num jogo, no seu caso nos quartos de final do Mundial de 1966, em Inglaterra, no célebre encontro com a Coreia do Norte (5-3).

Os asiáticos chegaram num ápice a 3-0, mas o "Pantera Negra" marcou quatro tentos consecutivos, dois deles de grande penalidade, e virou o resultado, dando um passo decisivo para o título de rei dos marcadores (nove tentos).

Além de Eusébio, lograram quatro tentos o polaco Ernst Wilimowski (1938), o brasileiro Ademir (1950), o húngaro Sandor Kocsis (1954), o francês Just Fontaine (1958) e o espanhol Emílio Butragueo (1986).

Lista dos jogadores com três ou mais golos:

- Cinco golos:

Oleg Salenko (Rússia) 28/06/94 Cam, 6-1

- Quatro golos:

Ernest Wilimowski (Polónia) 05/06/38 Bra, 5-6ap

Ademir (Brasil) 09/07/50 Sue, 7-1

Sandor Kocsis (Hungria) 20/06/54 RFA, 8-3

Just Fontaine (França) 28/06/58 RFA, 6-3

Eusébio (Portugal) 23/07/66 Cdn, 5-3

Emílio Butragueo (Espanha) 18/06/86 Din, 5-1

- Três golos:

Bert Patenaude (Estados Unidos) 17/07/30 Par, 3-0

Guillermo Stabile (Argentina) 19/07/30 Mex, 6-3

Pedro Cea (Uruguai) 27/07/30 Jug, 6-1

Edmund Cohen (Alemanha) 27/05/34 Bel, 5-2

Angelo Schiavio (Itália) 27/05/34 EUA, 7-1

Oldrich Nejedly (Checoslováquia) 03/06/34 Ale, 3-1

Leonidas (Brasil) 05/06/38 Pol, 6-5ap

Tore Keller (Suécia) 12/06/38 Cub, 8-0

Gustav Wetterstrm (Suécia) 12/06/38 Cub, 8-0

Gyula Zsengeller (Hungria) 16/06/38 Sue, 5-1

Oscar Miguez (Uruguai) 02/07/50 Bol, 8-0

Sandor Kocsis (Hungria) 17/06/54 Cor, 9-0

Carlos Borges (Uruguai) 19/06/54 Esc, 7-0

Erich Probst (Áustria) 19/06/54 Che, 5-0

Sargun Burhan (Turquia) 20/06/54 Cor, 7-0

Max Marlock (RFA) 23/06/54 Tur, 7-2

Theodor Wagner (Áustria) 26/06/54 Sui, 7-5

Josef Hgi (Suíça) 26/06/54 Tur, 5-7

Just Fontaine (França) 08/06/58 Par, 7-3

Pelé (Brasil) 24/06/58 Fra, 5-2

Florian Albert (Hungria) 03/06/62 Bul, 6-1

Geoff Hurst (Inglaterra) 30/07/66 RFA, 4-2ap

Gerd Mller (RFA) 07/06/70 Bul, 5-2

Gerd Mller (RFA) 10/06/70 Per, 3-1

Dusan Bajevic (Jugoslávia) 18/06/74 Zai, 9-0

Andrzej Szarmach (Polónia) 19/06/74 Hai, 7-0

Rob Rensenbrink (Holanda) 03/06/78 Ira, 3-0

Teofilo Cubillas (Peru) 11/06/78 Ira, 4-1

Laszlo Kiss (Hungria) 15/06/82 Sal, 10-1

Karl-Heinz Rummenigge (RFA) 20/06/82 Chi, 4-1

Zbigniew Boniek (Polónia) 28/06/82 Bel, 3-0

Paolo Rossi (Itália) 05/07/82 Bra, 3-2

Preben Elkjaer-Larsen (Dinamarca) 08/06/86 Uru, 6-1

Gary Lineker (Inglaterra) 11/06/86 Pol, 3-0

Igor Belanov (União Soviética) 15/06/86 Bel, 3-4ap

Michel (Espanha) 17/06/90 Cor, 3-1

Tomas Skuhravy (Checoslováquia) 23/06/90 Cri, 4-1

Gabriel Batistuta (Argentina) 21/06/94 Gre, 4-0

Gabriel Batistuta (Argentina) 21/06/98 Jam, 5-0

Miroslav Klose (Alemanha) 01/06/02 Ara, 8-0

Pauleta (Portugal) 10/06/02 Pol, 4-0

Gonzalo Higuain (Argentina) 17/06/10 Cor, 4-1

-----------------------------------------------

16h02 - Polícia disparou balas de borracha para dispersar manifestação de seguranças de estádio

A polícia sul africana disparou hoje balas de borracha e procedeu a várias detenções para dispersar cerca de 200 seguranças de estádio em greve na Cidade do Cabo, indicaram as autoridades.

"Foram avisados de que era uma concentração ilegal. Demos-lhes tempo para se dispersarem, eles não o fizeram. Depois de várias intimações, recorremos a granadas ensurdecedoras e a balas de borracha para dispersar a multidão", declarou Andre Traut, porta-voz da polícia da Cidade do Cabo.

Os seguranças dos estádios protestam contra uma diminuição salarial imposta pela entidade patronal, a empresa privada Stallion Security Consortium, encarregue pelo Comité Organizador Local de fazer a segurança de alguns estádios do mundial.

Os primeiros confrontos ocorreram domingo em Durban, depois do jogo Alemanha-Austrália, quando a polícia sul-africana dispersou uma manifestação de 400 seguranças e a polícia já assumiu o controlo de quatro dos 10 estádios do Mundial.

-----------------------------------------------

14h36 - Eduardo "tranquilo" ao estrear-se num Mundial

O guarda redes Eduardo confessou hoje que se sentiu "muito tranquilo" na estreia num Mundial de futebol, na terça feira, frente à Costa do Marfim (0-0), na primeira jornada do Grupo G do Mundial2010 de futebol.

"Na minha primeira experiência num Mundial, entrei muito tranquilo, muito feliz e muito capaz de superar tudo o que viesse a acontecer. Acima de tudo, acho que conseguiu desfrutar do jogo e do que estava a acontecer", disse.

Sobre o futuro no Sporting de Braga, Eduardo adiantou que agora quer "muito ajudar a seleção".

"Estou a viver muito este mundial, foi algo com que sempre sonhei. Estou a aproveitar ao máximo os momentos que estou a passar aqui. O futuro apenas se resolverá depois do Mundial. Estou preocupado em fazer tudo bem aqui e ajudar a seleção", referiu.

Como guarda redes, Eduardo considera a bola oficial do Mundial2010 "bastante difícil", mas o importante é os jogadores preparem-se para a famosa Jabulani.

"Sabemos as dificuldades que cria, mas não vamos desculparmo-nos com isso. Vamos trabalhar mais, prepararmo-nos para ela e sermos exigentes para ela criar menos dificuldades. O que importa é metê-la lá dentro", considerou.

-----------------------------------------------

14h32 - Portugal tem de ser mais atrevido, diz Eduardo

O guarda redes Eduardo disse hoje que Portugal terá de ser mais atrevido no ataque segunda feira frente à Coreia do Norte, no jogo da segunda jornada do Grupo G do Mundial2010 de futebol, que considerou decisivo.

"Se calhar, faltou-nos um pouco mais de atrevimento no último terço do terreno. Mas isso é um problema do grupo, temos de ser todos a atacar e a defender. É como equipa que vamos resolver esse problema. Se calhar temos de ser mais atrevidos e procurar o golo, porque é um jogo que temos de ganhar", afirmou.

Para Eduardo, "o jogo com a Coreia do Norte é decisivo" e que Portugal tem "de ganhar para seguir em frente".

"Não conseguimos a vitória na primeira jornada, que era o nosso objetivo. Mas agora temos de ganhar. É um jogo decisivo, temos consciência disso e estamos fortemente empenhados em conseguir a vitória", acrescentou.

Eduardo falou na importância de Portugal marcar golos, depois de um jogo em "branco" com a Costa do Marfim.

"Temos consciência que temos de ganhar o jogo, que temos de marcar. Agora vamos ver o que o jogo nos traz. Todos os jogos trazem diferentes dificuldades. O jogo com a Coreia do Norte vai ser diferente do da Costa do Marfim. Temos de saber superá-las e ser mais exigentes connosco próprios", afirmou.

Eduardo garantiu que os jogadores lusos estão "confiantes e bem organizados" e conscientes "das dificuldades" que vão encontrar contra a Coreia do Norte.

"Temos visto nos jogos do Mundial que não há favoritos. Sabemos que vamos ter um jogo complicado. Vimos o jogo deles com o Brasil, em que criaram bastantes dificuldades. Vamos ter de as superar também", admitiu.

O guarda redes do Sporting de Braga diz que não sabe enunciar nenhum jogador da Coreia do Norte, porque "os nomes são bastante difíceis de pronunciar".

"Temos de saber as coisas boas que têm e as dificuldades para podermos aproveitar. Estamos a fazer isso ao máximo, a estudar os adversários para podermos estar bem identificados quando o jogo começar", afiançou.

Portugal defronta a Coreia do Norte a 21 de junho, na Cidade do Cabo, depois de ter empatado a zero com a Costa do Marfim, na primeira jornada do Grupo G do Mundial2010.

-----------------------------------------------

14h22 - Argentina bate sul-coreanos com "hat-trick" de Higuain

A Argentina conseguiu hoje o segundo triunfo no Grupo B do Mundial de futebol de 2010, ao vencer a Coreia do Sul por 4-1, em Joanesburgo, garantindo praticamente um lugar nos oitavos de final.

Um golo na própria baliza de Park Chu-young, aos 17 minutos, e um "hat-trick" de Gonzalo Higuain, aos 33, 76 e 80, selaram o triunfo do "onze" de Diego Armando Maradona, que voltou a apresentar o benfiquista Di Maria de início, como na estreia, face à Nigéria (1-0).

A formação "albi-celeste", com Lionel Messi a pautar todo o jogo (esteve em três golos), pode garantir já hoje a qualificação, o que acontecerá se Grécia e Nigéria empatarem, em Bloemfontein, num embate com início às 16:00 locais (15:00 em Lisboa).

Por seu lado, Lee Chung-yong apontou, aos 45+1 minutos, o tento de honra dos sul-coreanos, que continuam na luta pelo apuramento, pois estrearam-se com um triunfo por 2-0 sobre a Grécia.

Com os três golos apontados, Gonzalo Higuain, do Real Madrid, isolou-se na liderança dos marcadores, com mais um tento do que o uruguaio Diego Forlan, do Atlético de Madrid, que "bisou" quarta feira face à anfitriã África do Sul (3-0).

-----------------------------------------------

14h22 - Milhão de espectadores deve ser atingido sexta-feira, FIFA

O campeonato mundial de futebol na África do Sul vai atingir sexta feira o milhão de espectadores durante o jogo entre a Alemanha e a Sérvia, segundo cálculos da FIFA.

Em relação às entradas falsas, detetadas nalgumas cidades, a FIFA apela aos adeptos para que apenas "adquiram os bilhetes através dos canais oficiais".

A FIFA confirmou a anulação das entradas adjudicadas ao ex jogador jamaicano Robbie Earle, que foi despedido pela cadeia de televisão ITV, onde trabalhava como comentarista, por violar os regulamentos, ao utilizar "para fins não autorizados" ingressos que lhe tinham sido fornecidos para o jogo Dinamarca-Holanda, na segunda feira.

Um número substancial de entradas adjudicadas a Robbie Earle para a sua família e amigos foram passadas a terceiros, infringindo as normas da FIFA", indica a ITV, adiantando que "o contrato com Earle foi rescindido com efeitos imediatos".

O ex-jogador, que é embaixador da candidatura inglesa ao Mundial de 2018, a que também concorre Portugal em candidatura conjunta com a Espanha, garantiu que desconhecia a norma da FIFA.

"Chamem-me ingénuo, mas nunca pensei que estivesse a fazer algo incorreto", garantiu.

A FIFA indicou que doará para fins beneficentes a receita proveniente da venda das entradas anteriormente atribuídas a Earle.

-----------------------------------------------

14h03 - Eduardo diz que grupo entende desabafo de Deco

O guarda-redes Eduardo disse hoje que os jogadores entenderam o desabafo de Deco e que as críticas do futebolista ao selecionador português, Carlos Queiroz, não causaram qualquer problema à seleção portuguesa.

"Acho que todos nós, na nossa vida, às vezes, cometemos erros, dizemos que coisas que, às vezes, não queremos. O grupo não tem problemas, o Deco pediu desculpa e todos nós entendemos. Todos temos desabafos muitas vezes. A nossa confiança e a nossa união não foram abaladas por isto", afirmou.

De acordo com o Eduardo, "não há qualquer tipo de problema em relação ao que se passou", lembrando que "o Deco é uma pessoa muito importante no grupo, é um excelente companheiro".

No final do encontro com a Costa do Marfim, que marcou a estreia de Portugal no Grupo G do Mundial de futebol da África do Sul, Deco criticou as opções de Carlos Queiroz e, sobretudo, a sua substituição.

"Por que fui substituído? Tem de perguntar ao treinador. Sentia-me bem. Primeiro pediu-me para abrir na direita, coisa que nunca fiz na minha carreira, pois não sou extremo, e depois tirou-me", disse.

O próximo encontro dos "navegadores" portugueses na prova será frente à Coreia do Norte, na próxima segunda feira, na Cidade do Cabo.

-----------------------------------------------

13h44 - China entusiasmada com prestação das seleções asiáticas

A imprensa chinesa está entusiasmada com o desempenho das três seleções asiáticas no Mundial20010, em particular o da Coreia do Norte, próximo adversário de Portugal no Grupo G, e exorta os feitos dos vizinhos norte-coreanos.

"No jogo contra o Brasil, os jogadores da Coreia do Norte jogaram muito bem. A seleção chinesa, que também defrontou o Brasil no Mundial de 2002, devia ajoelhar-se e prestar homenagem à sua congénere da Coreia do Norte", disse um antigo comentador desportivo citado pelo China Daily.

Coreia do Norte perdeu primeiro jogo; Coreia do Sul e Japão venceram

Na primeira ronda do Mundial na Africa do Sul, a Coreia do Norte perdeu, por tangencial 2-1, com o Brasil, e a Coreia do Sul e o Japão ganharam, 2-0 e 1-0, frente à Grécia e aos Camarões, respetivamente.

"O desempenho das seleções asiáticas tem sido espetacular e a melhoria do nível do futebol praticado na região entusiasmou os adeptos chineses", realçou o jornal.

Quarta-feira, a fotografia que dominava a primeira página do principal jornal desportivo chinês era do avançado norte-coreano que marcou o golo ao Brasil, Ji Yun-nam.

A China, que ocupa atualmente o 84. lugar do "ranking" da FIFA, só conseguiu qualificar-se uma vez para a fase final de um Mundial, em 2002, mas perdeu os três jogos que disputou, um dos quais por 4-0, com o Brasil, e não marcou um único golo.

Futebol é cada vez mais popular, apesar de não ser acessível a todos

Contudo, o futebol é cada vez mais popular e apesar das seis horas de diferença horária, a CCTV (Televisão Central da China) transmite todos os jogos em direto e depois em diferido, durante a manha e a tarde seguintes.

E entre os patrocinadores do Mundial na África do Sul figura, pela primeira vez, está uma empresa chinesa, a Yongli Solar, sedeada a cerca de uma centena de quilómetros de Pequim.

Mas, "a febre dos chineses pelo futebol parece limitada aos ecrãs de televisão", alertou um crítico, realçando que Pequim ou Xangai têm poucos campos de futebol e o respetivo aluguer pode custar até 2000 yuan por hora (240 euros), "uma soma astronómica para crianças".

A primeira vez que os chineses viram a final de um Mundial de futebol na televisão foi em 1978 e a profissionalização do futebol só foi autorizada quinze anos mais tarde, depois de o Partido Comunista se converter à economia de mercado.

-----------------------------------------------

11h50 - Tim Cahill suspenso por um jogo pela FIFA

O Comité Disciplinar da FIFA confirmou hoje a suspensão por um jogo do australiano Tim Cahill, expulso no encontro do Grupo D do Mundial2010 de futebol frente à Alemanha.

Cahill, que recebeu um cartão vermelho no minuto 56 do jogo por uma entrada contra Bastian Schweinsteiger, não poderá jogar no próximo encontro da Austrália contra o Gana, marcado para sábado, em Joanesburgo.

O Comité Disciplinar tem pendente um recurso de apelo apresentado pela delegação portuguesa contra o cartão amarelo apresentado a Cristiano Ronaldo, no jogo do Grupo G com a Costa do Marfim, realizado dia 15, mas ainda não é conhecida a data prevista para a decisão do comité.

-----------------------------------------------

11h15 - Todos disponíveis para jogo contra a Coreia do Norte

A seleção portuguesa iniciou hoje a preparação para o encontro com a Coreia do Norte, da segunda jornada do Grupo G do Mundial2010 de futebol, com os 23 jogadores disponíveis.

As atenções no segundo apronto depois do empate com a Costa do Marfim estavam centradas no médio Deco, que teceu críticas ao selecionador português, Carlos Queiroz, após o jogo de Port Elizabeth.

"Por que fui substituído? Tem de perguntar ao treinador. Sentia-me bem. Primeiro pediu-me para abrir na direita, coisa que nunca fiz na minha carreira, pois não sou extremo, e depois tirou-me", disse.

Já durante a madrugada, no site da Federação Portuguesa de Futebol, o médio luso-brasileiro disse que falou "a quente", motivado "pela frustração" de não ter ajudado mais a equipa.

Hoje, antes do início do treino, Deco esteve alguns instantes à conversa com duas antigas glórias da seleção portuguesa de 1966, António Simões, que faz parte da equipa técnica, e Eusébio, que pela primeira vez assistiu ao treino.

Carlos Queiroz esteve à conversa com os jogadores antes do início do treino, durante cerca de cinco minutos.

Durante os 15 minutos abertos à comunicação social, apenas foi possível ver os exercícios de aquecimento ministrados pelo preparador físico José Guilherme.

A seguir à sessão de treino, Deco e Eduardo falam aos jornalistas.

Portugal defronta a Coreia do Norte, a 21 de junho, na Cidade do Cabo, na segunda jornada do Grupo G do Mundial2010.

-----------------------------------------------

11h12 - FIFA decide não abrir inquérito a declarações de Maradona sobre Pelé e Michel Platini

A FIFA informou hoje que não vai abrir qualquer inquérito às declarações do selecionador argentino de futebol Diego Maradona visando a antiga estrela brasileira Pelé e o presidente da UEFA, Michel Platini.

"Não vamos abrir nenhuma investigação sobre o senhor Maradona", disse laconicamente o porta-voz da FIFA Nicolas Maingot.

O selecionador argentino Diego Maradona voltou a causar polémica quarta feira ao remeter "para o museu" dois dos seus "inimigos figadais", o "rei" Pelé e o atual presidente da UEFA, Michel Platini, por estes o terem criticado.

"Não me surpreende que Pelé tenha falado de mim, ele que volte para o museu", respondeu Maradona quando desafiado a comentar as declarações do antigo astro brasileiro.

Maradona mantém com este uma acesa rivalidade de décadas e que tem dividido opiniões entre argentinos e brasileiros sobre quem é o melhor jogador do mundo de todos os tempos.

Em relação às críticas de Michel Platini, o selecionador argentino também não se mostrou surpreendido: "Sempre tive uma relação distante com ele. A gente sabe como são os franceses, Platini é francês, eles acham-se mais do que os outros e, por isso, nunca lhe dei bola".

-----------------------------------------------

9h15 - Coreia do Norte teve dificuldades em enviar adeptos para a África do Sul, avança jornal sul-coreano

A Coreia do Norte terá tido dificuldades em enviar apoiantes para o Mundial de futebol e o apoio àquela seleção é assegurado por algumas dezenas de imigrantes, segundo um jornal digital sul-coreano gerido por exilados.

Segundo o Daily NK, sedeado na Coreia do Sul e gerido por norte coreanos exilados no sul, o regime de Pyongyang terá mobilizado nacionais que trabalham em países africanos para apoiarem a sua equipa na África do Sul.

Terça-feira, em Joanesburgo, meia centena de fãs norte coreanos vestidos de vermelho, que assistiram ao jogo em que o Brasil derrotou a Coreia do Norte, por 2-1, garantiam fazer parte de um grupo de 300 adeptos que se tinham deslocado especialmente de Pyongyang.

A Coreia do Norte, já com graves dificuldades económicas, viu a sua situação piorar após as sanções impostas pelas Nações Unidas, na sequência do seu segundo ensaio com armas nucleares em maio de 2009.

A Coreia do Norte será o próximo adversário de Portugal no Grupo G do Campeonato do Mundo de futebol, com as duas seleções a defrontarem-se na próxima segunda feira, na Cidade do Cabo.

-----------------------------------------------

6h31 - Portugal começa a preparar Coreia do Norte

A seleção portuguesa de futebol começa hoje a preparar o confronto com a Coreia do Norte, da segunda jornada do Grupo G do Mundial2010, depois do empate frente à Costa do Marfim.

Na quarta feira, dia seguinte ao nulo com os marfinenses, apenas 13 jogadores estiveram no relvado, entre os quais Danny, o único titular que não ficou no ginásio.

Hoje, às 11h00, o selecionador português, Carlos Queiroz, já deverá contar com os 23 jogadores para começar a preparar o confronto com a Coreia do Norte, marcado para 21 de junho, na Cidade do Cabo.

Depois do treino, que terá apenas 15 minutos abertos à comunicação social, está prevista a conferência de imprensa de um jogador.

Portugal ocupa, a par com a Costa do Marfim, o segundo lugar do Grupo G com um ponto, atrás do Brasil, que venceu a Coreia do Norte, por 2-1, na primeira jornada.

-----------------------------------------------

6h31 - Primeiro apurado para os "oitavos" pode ser conhecido hoje

A primeira seleção a apurar-se para os oitavos de final do Mundial de futebol da África do Sul pode ser conhecida hoje, depois de disputados os dois encontros da segunda jornada do grupo B.

Vitoriosos na primeira ronda, argentinos ou sul-coreanos podem garantiro acesso à fase seguinte, caso uma das equipas vença o confronto que as opõe e que no outro embate se registe um empate entre Nigéria e Grécia, equipas que precisam de vencer para se manter na corrida.

Além do grupo B, também o A fecha a sua segunda ronda, com o confronto entre França e México, equipas que estão também quase obrigadas a vencer para evitarem surpresas na última ronda.

Na quarta feira, o Uruguai deu um passo importante para seguir em frente neste grupo, ao vencer claramente a seleção anfitriã por 3-0.

-----------------------------------------------

21h28 - Uruguai bate anfitriões e aproxima-se dos "oitavos"

O Uruguai deu hoje um passo de gigante rumo aos oitavos de final do Mundial de 2010, ao bater a anfitriã África do Sul por 3-0, no primeiro encontro da segunda jornada do Grupo A, em Pretória.

Um "bis" de Diego Forlan, aos 24 e 80 minutos, o segundo de grande penalidade, e um tento do portista Álvaro Pereira, aos 90+5, selaram o triunfo dos sul-americanos, que na ronda inaugural haviam empatado a zero com a França.

Desta forma, o Uruguai, campeão mundial em 1930 e 1950, passou a contar quatro pontos, contra um dos sul-africanos (1-1 com o México, na estreia) e também um de gauleses e mexicanos, que se defrontam quinta feira.

-----------------------------------------------

19H04 - Portugal pede anulação do amarelo de Ronaldo

-----------------------------------------------

18h16 - Figo nega críticas à seleção publicadas na China

O antigo internacional português Luís Figo negou hoje ter efetuado críticas ao desempenho da "equipa das quinas" no Mundial África do Sul 2010, através do sítio da Federação Portuguesa de Futebol n Internet.

"Desminto categoricamente que tenha falado ou escrito para qualquer órgão de Comunicação Social chinês e desminto, igualmente, que tenha feito qualquer apreciação negativa da prestação de Portugal no jogo frente à Costa do Marfim", declarou, referindo-se ao empate sem golos de terça feira, a contar para o Grupo G.

O semanário desportivo chinês Ti Tan publicou algumas frases atribuídas a Figo, em que este terá dito que "se Portugal jogar assim contra o Brasil dificilmente ganhará pontos" ou "não compreendo porque é que num jogo de 90 minutos não se ouse fazer um ataque", o que foi agora negado pelo antigo internacional português.

"Continuo a acreditar e a confiar na seleção nacional, em toda a equipa técnica e no trabalho que têm desenvolvido. Vamos, com certeza, alcançar o nosso primeiro objetivo neste Mundial, que é chegar aos oitavos de final", acrescentou Figo.

-----------------------------------------------------------------------

18h16 - Primeira jornada fecha com pior média de golos da história

A primeira jornada da fase de grupos do Mundial de futebol de 2010, na África do Sul, fechou hoje com míseros 24 golos apontados, em 16 jogos: a pior média de sempre (1,56) na competição.

Desde que, a partir de 1950, do Mundial realizado no Brasil, passou a haver fase de grupos, nunca a média de golos da ronda inaugural tinha sido inferior a dois por jogo.

No Mundial a 32 seleções (desde 1998), o pior registo dos primeiros 16 encontros era 37 golos (2,31 por jogo), na prova realizada em França, em 1998. Depois disso, foram marcados 46 em 2002 (2,88) e 39 em 2006 (2,44).

Entre 1982 e 1994, edições em que a ronda inaugural contemplou 12 jogos, o pior registo foram os 24 golos de 1986 (2,0 por jogo), e, entre 1954 e 1978, o mínimo foram os 16 tentos de 1962 e 1974 (igualmente 2,0).

13 seleções em "branco"

Em 1950, edição em que a primeira jornada foi preenchida por escassos seis encontros, o número de golos ascendeu a 26 (média de 4,33 por encontro).

O registo de 2010 entra, assim, para a história, sendo que 13 das 32 seleções ficaram em "branco", entre as quais Portugal (0-0 com a Costa do Marfim), Espanha (0-1 com a Suíça) e França (0-0 com o Uruguai).

Por seu lado, a Alemanha foi a única formação a marcar mais do que dois golos (goleou a Austrália por 4-0), numa primeira ronda em que nenhum jogador logrou "bisar".

- Golos marcados na primeira jornada da fase de grupos: Ano Jogos Golos Média 2010 16 25 1,56 2006 16 39 2,44 2002 16 46 2,88 1998 16 37 2,31 1994 12 30 2,5 1990 12 27 2,25 1986 12 24 2 1982 12 34 2,83 1978 8 22 2,75 1974 8 16 2 1970 8 20 2,5 1966 8 21 2,63 1962 8 16 2 1958 8 29 3,63 1954 8 34 4,25 1950 6 26 4,33

--------------------------------------------------------------------------

17h59 - Vicente del Bosque lamenta ineficácia, Hitzfeld fala em "vitória histórica"

O selecionador espanhol de futebol, Vicente del Bosque, lamentou hoje a ineficácia da campeã europeia, derrotada pela Suíça por 1-0, na estreia no Mundial-2010, na África do Sul.

Sob o comando de Vicente del Bosque, a Espanha ganhou 25 e perdeu apenas dois jogos, incluindo já a surpresa de hoje, em Durban.

"Fizemos o nosso melhor, mas faltou precisão nos metros finais. Agora, só temos uma possibilidade: ganhar os dois jogos que faltam (com Chile e Honduras)", disse Del Bosque.

Do lado da Suíça, o treinador alemão Ottmar Hitzfeld falou numa "vitória histórica" e referiu que os helvéticos "deram um enorme passo rumo aos oitavos de final".

Gelson Fernandes foi o melhor em campo

"Mas, ainda assim, precisamos de manter a concentração. Contra o Chile será ainda mais difícil do que contra a Espanha. Mas hoje demonstrámos estar muito compactos. Estou feliz", disse Hitzfeld.

O autor do golo da partida, Gelson Fernandes, igualmente considerado o melhor em campo, disse estar "orgulhoso" com o resultado e afirmou ainda "não acreditar que todo este sonho se realizou".

"Temos de manter os pés bem assentes no chão, porque nada está ainda decidido. Mas estamos no bom caminho", sintetizou.

-------------------------------------------------------------------

17h58 - Ronaldo e Veloso entre os mais sensuais na África do Sul

--------------------------------------------------------------------

17h 45 - Canal+ retira som das vuvuzelas nas transmissões

-------------------------------------------------------------------

17h35 - Jornalistas da BBC assaltados à mão armada em Joanesburgo

-------------------------------------------------------------------

17h15 - Maradona arrasa Pelé e Platini

--------------------------------------------------------------------

16h59 - Espanha perde com Suíça (0-1)

A Suíça protagonizou hoje a primeira grande surpresa do Mundial de futebol de 2010, ao bater a campeã europeia Espanha por 1-0, em encontro do Grupo H, em Durban.

Um golo de Gelson Fernandes, aos 52 minutos, selou o sucesso dos helvéticos, perante um conjunto que nunca tinha batido (três empates e 15 derrotas) e somava 25 vitórias e uma derrota no "era" Vicente Del Bosque, à frente da equipa depois da vitória no Europeu de 2008.

Em 2009/2010, a Espanha estava mesmo 100 por cento vitoriosa (11 vitórias em 11 jogos), sendo que na fase de qualificação também tinha somado por triunfos os 10 encontros realizados.

No outro encontro do Grupo H, disputado em Nelspruit, o Chile, com o "leão" Matias Fernandez no "onze" (jogo todo o jogo e viu um amarelo), venceu as Honduras por 1-0, com um golo de Jean Beausejour, aos 34 minutos.

A segunda jornada do agrupamento realiza-se segunda feira, com a Espanha a defrontar as Honduras, em Joanesburgo, e o Chile a medir forças com a Suíça, em Port Elizabeth.

-------------------------------------------------------------------------

16h58 - Mais de 2 mil pessoas no treino de Portugal

O médio Deco esclareceu hoje que nunca quis pôr em causa o selecionador português de futebol, Carlos Queiroz, num dia em que mais de 2000 adeptos assistiram a um treino com apenas 13 jogadores.

No domingo, depois do nulo com a Costa do Marfim, na estreia no Mundial2010, criticou o treinador, dizendo que "a maneira de abordar o jogo depois do intervalo não foi a correta".

"Por que fui substituído? Tem de perguntar ao treinador. Sentia-me bem. Primeiro pediu-me para abrir na direita, coisa que nunca fiz na minha carreira, pois não sou extremo, e depois tirou-me", disse.

Já durante a madrugada, no site da Federação Portuguesa de Futebol, o médio luso-brasileiro disse que falou "a quente", motivado "pela frustração" de não ter ajudado mais a equipa.

No regresso ao trabalho depois do empate com a Costa do Marfim, apenas um titular esteve na Bekker School, o avançado Danny, que foi acompanhado no treino pelos 12 suplentes em Port Elizabeth.

Nem os mais de 2000 adeptos, que lotaram as bancadas do recinto em Magaliesburgo, foram capazes de desanuviar um semblante nitidamente mais carregado.

À exceção de Danny, os restantes 10 titulares ficaram no hotel a fazer trabalho de ginásio e de recuperação.

A equipa de juniores do Wits foi, pela segunda vez, chamada para ajudar num treino.

Portugal volta a trabalhar na quinta feira às 11:00 (10:00 em Lisboa), seguindo-se conferencia de imprensa com um futebolista.

----------------------------------------------------------------------

16h57 - Marcelo Bielsa considera que vitória do Chile foi justa

O selecionador de futebol do Chile, Marcelo Bielsa, considerou hoje justa a vitória por 1-0 frente às Honduras, em jogo do grupo H do Mundial, admitindo que os sul-americanos podiam ter marcado mais golos.

"Defensivamente não demos muitas hipóteses", disse Bielsa no final do encontro, apesar de admitir que o adversário "teve vários problemas com jogadores lesionados, e pode não ter conseguido mostrar todo o seu potencial".

O treinador argentino explicou a "poupança" do avançado Humberto Suazo, que estava apto para jogar, explicando que o jogador "esteve muito tempo sem poder treinar normalmente e precisa de se adaptar".

Do lado das Honduras, Alexis Mendoza, o adjunto que substituiu o selecionador Reinaldo Rueda, castigado, considerou que a equipa hondurenha "não fez uma boa partida" e tem de "trabalhar mais".

"Foi um jogo disputado e o nosso guarda-redes esteve muito bem", afirmou Alexis Mendoza, reconhecendo que a equipa "tem de melhorar nos próximos jogos".

-------------------------------------------------------------------------

15h - Chile logra primeiro triunfo desde 1962, ao bater Honduras

O Chile estreou-se hoje na edição 2010 do Mundial de futebol com um triunfo por 1-0 sobre as Honduras, em encontro da ronda inaugural do Grupo H, disputado em Nelspruit.

Um golo do avançado Jean Beausejour, aos 34 minutos, selou o triunfo do "onze" comandado pelo argentino Marcelo Bielsa, brilhante segundo classificado da zona sul-americana de qualificação, apenas atrás do pentacampeão Brasil.

A formação chilena, de regresso ao Mundial depois de ter falhado as duas últimas edições, dominou o encontro por completo, com o médio sportinguista Matias Fernandez (viu o cartão amarelo aos 19) em campo durante os 90 minutos.

-------------------------------------------------------------------------

11h49 - "Desilusão" de Figo em destaque na imprensa chinesa

O antigo capitão da seleção portuguesa Luís Figo mostrou-se "muito desiludido" com a exibição de Portugal frente à Costa do Marfim (0-0), no Mundial-2010 em futebol, afirmando que a equipa "não tem ataque", nem meio campo.

"Se Portugal jogar assim contra o Brasil dificilmente ganhará pontos", escreveu Luis Figo num comentário publicado hoje na primeira página do principal jornal desportivo chinês, o semanário "Ti Tan".

"Fei Ge" (Figo, em chinês) diz que não é crítico de futebol e admite que a tática do treinador, Carlos Queiroz, "estará certa", mas lamenta a falta de ataque evidenciada no jogo de terça feira, no arranque do Grupo G do Mundial da África do Sul.

"Não compreendo porque é que num jogo de 90 minutos não se ouse fazer um ataque", diz o antigo capitão português.

"Há muitos anos que a seleção portuguesa não tem um Rui Costa!"

Segundo Luis Figo, na primeira parte "a Costa do Marfim controlou o meio campo e a circulação da bola".

"Há muitos anos que a seleção portuguesa não tem um Rui Costa!" e "com o medo de perder, a seleção recuou no terreno", comentou.

Após a entrada de Tiago e Simão, observou ainda Figo, Portugal "retomou o meio campo", mas continuou sem atacar.

O jogo Portugal-Costa do Marfim foi transmitido em direto pelo canal de Desporto da CCTV (Televisão Central da China).

Embora a China não tenha conseguido qualificar-se para a fase final do Mundial, a CCTV transmitirá todos os jogos e, pela primeira vez, uma empresa chinesa, a Yingli Solar, é um dos patrocinadores do campeonato.

--------------------------------------------------------------------

11h28 - Sul-africanos reclamam atenção do governo para os pobres

Cerca de 3000 sul-africanos manifestam-se em Durban, onde hoje se disputa o jogo Espanha-Suíça, para pedir ao governo que gaste com os pobres o mesmo dinheiro que despendeu para o Mundial de futebol. Entre os manifestantes estão muitos assistentes de recinto desportivo (ARD), que entraram em greve reclamando a falta de pagamento dos salários. Na manifestação estão também pescadores, que não podem instalar-se no cais e vendedores de um mercado local, ameaçado de encerramento para dar lugar a um centro comercial. "Se há dinheiro para construir estádios, não deveria haver para apoiar os sem-abrigo que vivem em barracas?", questionou um dos organizadores. O governo disponibilizou 33 mil milhões rands (cerca de 3,5 mil milhões de euros) para o Mundial de futebol da África do Sul, país onde 43 por cento da população vive abaixo do limiar da pobreza.

-----------------------------------------------------------------------

10h - Deco esclarece que não quis "colocar em causa" Queiroz (vídeo)

-----------------------------------------------------------------------

7h46 - Emoção toma conta de milhares de brasileiros na praia de Copacabana

A emoção tomou conta dos milhares de brasileiros que se reuniram, na terça feira, em Copacabana, no Rio de Janeiro, para ver o Brasil estrear-se no Mundial de futebol de 2010 com uma vitória sobre com Coreia do Norte (2-1).

O jogo começou às 15:30 (19:30 em Lisboa) e foi transmitido ao vivo para os adeptos da seleção brasileira que lotaram as areias da praia para vibrar os craques no ecrã gigante montado na arena da FIFA.

"Vim para curtir a festa e beber bastante cerveja", disse à Lusa entusiasmado o carioca William Silva, de 28 anos, que chegou horas antes do início da partida para pegar um bom lugar na areia.

"Espero que o Brasil, no segundo tempo, seja o Brasil de sempre. Ainda dá para sair pelos menos dois golos. Ficar zero a zero não dá", garantiu o carioca que acertou na previsão.

No segundo tempo, os golos de Maicon e Elano animaram a torcida de verde e amarelo na praia de Copacabana.

"A festa (da Copa do Mundo) é ótima, como sempre o brasileiro é empolgado. A Copa não deixa de ser Carnaval. Eu, como brasileiro, nunca desisto", afirmou.

A emoção, que não esmoreceu com o golo do norte-coreano Ji Yun-nam, foi tamanha que os brasileiros ocuparam todas as ruas do bairro mais famoso do Rio de Janeiro.

Este foi apenas o primeiro dia de jogo do Brasil na Copa do Mundo. Para os próximos dias, a torcida brasileira promete acompanhar cada passo dos futebolistas da seleção de Dunga e não dar trégua na comemoração.

-------------------------------------------------------------------------

6h36 - Portugal volta ao trabalho em Magaliesburgo

A seleção portuguesa de futebol regressa hoje ao trabalho em Magaliesburgo, após o empate 0-0 na estreia no Mundial-2010, frente à Costa do Marfim, terça feira, em Port Elizabeth.

Como estava previsto, o selecionador Carlos Queiroz vai abrir a sessão ao público, que pode continuar o intenso apoio evidenciado até aqui a partir das 11:00 locais (10:00 em Lisboa), na Bekkers School, onde a equipa lusa trabalha desde 06 de junho.

A equipa regressou de avião a Joanesburgo após o final do desafio com o conjunto africano em Port Elizabeth, na zona austral do país, seguindo-se cerca de uma hora de viagem do aeroporto de Lanseria até ao Valley Lodge de Magaliesburgo.

O público tem sido uma constante no incentivo aos "navegadores", que saíram de Port Elizabeth com a unidade algo beliscada, depois de Deco ter criticado as opções de Carlos Queiroz no jogo com os "elefantes".

Depois de empatarem a "final" contra o que era em teoria o maior obstáculo ao apuramento para os oitavos de final, para o qual se apuram apenas duas equipas de cada grupo, os lusos têm mais dois desafios no Grupo G, a 21 de junho, frente à Coreia do Norte, e a 25, com o favorito Brasil.

------------------------------------------------------------------------

6h22 - Campeã europeia Espanha enfrenta Suíça e Grupo A entra na segunda ronda

A Espanha, campeã europeia de futebol, é hoje a última das seleções favoritas a entrar em ação no Mundial de 2010, enfrentando a Suíça, enquanto a anfitriã África do Sul disputa já o seu segundo encontro, frente ao Uruguai.

A equipa "Roja", pela 12.ª vez numa fase final, qualificou-se com 10 vitórias nos 10 jogos de apuramento, e candidata-se a melhorar a sua melhor prestação de sempre: quarto posto no Brasil1950.

O conjunto helvético também se qualificou com facilidade, no topo do seu agrupamento, para garantir o seu nono Mundial - segundo seguido -, contando com três presenças nos quartos de final (1934, 1938 e 1954).

Neste Grupo H, o Espanha-Suíça de Durban, pelas 15:00 (em Lisboa), disputa-se já com o conhecimento do resultado do desafio entre Honduras e Chile, marcado para as 12:30 (de Lisboa), em Nelspruit.

A seleção chilena surpreendeu na qualificação sul-americana, ao atingir o segundo posto e regressar a uma fase final de um Mundial 12 anos depois da última de sete presenças, enquanto as Honduras só tinham estado no Espanha1982.

Pelas 19:30 (em Lisboa), o Uruguai do benfiquista Maxi Pereira e dos portistas Álvaro Pereira e Fucile, enfrenta a equipa da casa, na segunda ronda do Grupo A, em Pretória, após uma primeira ronda em que se registaram empates a um golo entre África do Sul e México e a zero entre França e Uruguai.

----------------------------------------------------------------------

6h20 - Del Bosque antevê Iniesta a suplente na estreia da Espanha com Suíça

O selecionador espanhol de futebol Vicente del Bosque admitiu hoje a possibilidade de o médio Iniesta ser suplente quarta feira, na estreia no Mundial 2010, frente à Suíça, de Ottmar Hitzfeld, que rejeitou jogar para o 0-0.

Andrés Iniesta está recuperado de um edema muscular, mas Del Bosque reserva uma decisão definitiva sobre a sua utilização no jogo do Grupo H, em Durban, para depois de uma conversa com o corpo médico e o jogador do FC Barcelona.

"Iniesta treinou bem ontem (segunda feira) e também hoje. Teremos umas horas para tomar a decisão mais oportuna. Pensamos no amanhã, mas, se avançarmos no Mundial, não queremos perder ninguém", disse del Bosque, no lançamento do jogo com os suíços.

O responsável técnico da equipa espanhola, campeã europeia em título, referiu pensar também em outras opções na formação inicial, como o avançado Fernando Torres e Pedro Rodríguez ou os médios Cesc Fabregas, Jesús Navas e Juan Mata.

"Os 23 jogadores que temos estão em perfeitas condições para poderem jogar. Teremos bastantes opções", limitou-se a dizer, sem confirmar qualquer opção

Do lado da Suíça, o selecionador Ottmar Hitzfeld assumiu que "é preciso marcar um ou dois golos".

"Jogar para o 0-0 contra a Espanha é muito duro, poucas equipas foram bem sucedidas", salientou, prometendo uma equipa suíça audaciosa, apesar do goleador Alexander Frei não jogar, assim como o médio Valon Berhami, ambos a recuperarem de problemas físicos.

------------------------------------------------------------------

0h - Dunga quer "mais" do Brasil e elogiou plano defensivo da Coreia do Norte

O selecionador do Brasil, Dunga, revelou hoje satisfação pela vitória por 2-1 frente à Coreia do Norte no Grupo G do Mundial2010 de futebol, o mesmo de Portugal, mas frisou que quer "mais" do "escrete".

Após a estreia no Mundial, Dunga admitiu que os jogadores do Brasil acusaram alguma ansiedade, mas que melhoraram no segundo tempo ante uma equipa com um plano defensivo que considerou de "quase perfeito".

"Estamos contentes pela vitória por 2-1, mas queremos mais. Não nos vamos contentar apenas com isto. Não estou feliz, nem Júlio César está satisfeito por ter sofrido um golo", salientou Dunga, após o segundo jogo do Grupo G, realizado após o empate 0-0 entre Portugal e Costa do Marfim.

O selecionador do Brasil, que defronta Portugal a 25 de junho, reconheceu que a equipa falhou muitos passes no primeiro tempo e que os jogadores não encontraram soluções para romper o cerco dos norte-coreanos.

"Qualquer seleção no Mundial deve ter eficácia ofensiva e defensiva. Brasil fez um bom jogo, sobretudo no segundo período. No primeiro, faltou-nos os automatismos e a velocidade nos passes. Fomos mais bem sucedidos na segunda parte", referiu, admitindo o fraco desempenho de Kaká.

Por isso, esclareceu que a entrada de Nilmar para o lugar do brasileiro do Real Madrid visou dar mais velocidade à equipa.

O selecionador da Coreia do Norte, Kim Jong Hun salientou que a equipa "bateu-se com bravura" e "defendeu muito bem".

Apesar da derrota, Kim Jong Hun disse que a formação asiática "ganhou muita experiência" e "confiança para os próximos dois jogos", entre os quais com Portugal.

O próximo encontro do Brasil é com a Costa do Marfim, no domingo, véspera do Portugal-Coreia do Norte.

*** Estes textos foram escritos ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***