Siga-nos

Perfil

Expresso

Mundial - 2010

Polícia sul africana diz ter detido segundo suspeito e recuperado material

Um segundo homem terá sido detido por suspeita de ter participado no assalto aos três jornalistas em Magaliesburgo. Clique para aceder ao dossiê Mundial-2010

Rui Gustavo, enviado à África do Sul (www.expresso.pt)

Fonte policial garantiu à gerência do hotel Nutbush, em Magaliesburgo, que terá detido um segundo suspeito, nigeriano, de ter participado no assalto aos quartos de três jornalistas na passada madrugada.

Clique para aceder ao índice do Dossiê Mundial-2010

A mesma fonte disse ainda que a polícia já está na posse de grande parte do material que foi furtado dos quartos dos jornalistas. No entanto, até ao momento, nenhuma das vítimas foi contactada pelas autoridades para reconhecer os suspeitos ou os bens recuperados na detenção e que, alegadamente, terão sido resultado do assalto.

O assalto deu-se na madrugada passada, quando dois indivíduos armados com pistolas entraram nos quartos de três jornalistas hospedados no hotel Nutbush, em Magaliesburgo, nos arredores de Joanesburgo.

Eram cerca das quatro da manhã locais (três da manhã em Lisboa) quando os assaltos começaram. Os jornalistas Rui Gustavo, do Expresso, António Simões, do "Global Notícias ", e Miguel Serrano, do jornal desportivo espanhol "Marca ", encontravam-se nos quartos e a dormir.

O suspeito nigeriano é o segundo homem a ser detido. Já durante o dia de ontem, a polícia sul-africana anunciou ter detido um outro indivíduo suspeito, que terá sido detectado através do sinal de um telemóvel roubado durante o assalto.