Siga-nos

Perfil

Expresso

Mundial - 2010

Os números das vuvuzelas

Veja os números da vuvuzela, o instrumento tradicional sul-africano popularizado pelo Mundial 2010. Desde a origem à comercialização em massa à escala global.

(inglês vuvuzela, do zulu)

s. f.

Tipo de corneta comprida, com som forte e grave, frequente entre os adeptos de futebol sul-africanos.

A palavra vuvuzela tem origem no calão sul-africano, oriundo dos bairros onde viviam as pessoas de cor, e significa "chuveiro".

O primeiro exemplar surgiu em 1965, popularizado como uma corneta de bicicleta, mas popularizou-se durante os anos 1990.

Originalmente feita de alumínio, o som da vuvuzela, durante os jogos do Mundial 2010, consegue chegar aos 127 decibéis. São 13 dB a menos que o som de uma pistola e sete vezes mais do que uma serra eléctrica.

Mundial populariza vuvuzela

Com a euforia do Mundial à volta da vuvuzela, a Amazon aumentou em 1000% as encomendas de vuvuzelas, tendo sido vendidas cerca 1,5 milhões em toda a Europa.

Em 2001, a empresa sul-africana Masincedane Sport começou a produção em massa das vuvelas. Este ano, antecipando queixas referentes ao barulho, a empresa começou a produzir um modelo mais leve. Foram vendidas 800 mil vuvuzelas na África do Sul, das quais 30 mil só nas duas últimas semanas.

A 15 de Junho, o maior pico de artigos publicados na internet sobre as vuvuzelas, um em cada 500 falava no instrumento sul-africano. 29,1% dos mesmos classificavam as vuvuzelas como irritantes; 8% como odiosas; e 5,1% pertubadoras.

Antes do Mundial, em 6 248 artigos online, 57% manifestavam uma opinião positiva das vuvuzelas. 38% das opiniões eram negativas e 5% não tinham opinião.

Durante o Mundial, num universo de 197 062 artigos publicados, a tendência inverteu-se: 56% das menções são negativas; 38% positivas e 6% neutras.